Mostrando postagens com marcador desastres. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador desastres. Mostrar todas as postagens
Medição ocorreu na Zona Norte da capital às 14h desta sexta-feira.Estação da Prefeitura marcou 39,3°C, com sensação térmica de 47ºC.
Paulistanos enfrentam calor no Viaduto do Chá, no centro de São Paulo (SP), no começo da tarde desta sexta-feira (17) (Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo)

A cidade de São Paulo registrou temperatura máxima de 37,8ºC às 14h desta sexta-feira (16) e bateu recorde histórico de calor, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Esse é o registro mais alto desde o início das medições, em 1943, na estação do Inmet no Mirante de Santana, Zona Norte.

Até então, a máxima absoluta mais alta na capital havia sido de 37ºC, registrada em 10 de janeiro de 1999, ainda de acordo com o Inmet. Os dados do instituto de meteorologia mostram que 2014 teve cinco das dez temperaturas mais altas na cidade em 71 anos (veja tabela abaixo).

A estação Jaçanã/Tremebé, também na Zona Norte, controlada pelo Centro Gerenciamento de Emergências (CGE), órgão da Prefeitura, marcou temperatura ainda mais alta, de 39,3°C, às 13h50. A sensação térmica na região, segundo os meteorologistas, chegou a 47°C em locais descobertos. Mesmo os números do CGE sendo mais altos que os registros do Inmet, os dados histórios consideram as medições do instituto nacional de meteorologia.

De acordo com a Climatempo, vários municípios que já atingiram recordes de temperatura absolutos, ou as maiores marcas de 2014, podem registrar valores superiores até domingo (19), quando é previsto o ápice de calor por causa de uma massa de ar quente e seca na atmosfera.

Massa de ar seco

O Centro de Gerenciamento de Emergências também registrou umidade relativa do ar mínima de 38% na capital paulista nesta sexta-feira. A massa de ar seco formada é do mesmo tipo que a que atingiu alguns estados brasileiros no começo do ano e provocou um longo período de estiagem no Sudeste – que teve consequências graves para o abastecimento de água na Grande São Paulo. No entanto, ela deve se dissipar ainda na segunda-feira (20) (leia mais abaixo).

De acordo com Vitor Kratz, meteorologista da Climatempo, a “bolha de calor histórica” se formou devido ao fortalecimento do ar seco na atmosfera. Com isso, ela bloqueia desde o início desta semana a entrada de frentes frias, responsáveis por dar um refresco com a derrubada das temperaturas e formação de chuvas.

Segundo ele, o calor teria relação com o surgimento do El Niño, provocado quando a temperatura do Oceano Pacífico aumenta. De acordo com os cientistas, a anomalia na costa pacífica da América do Sul enfraquece os ventos alísios (que sopram de leste para oeste) na região equatorial e provoca uma mudança no padrão de transporte de umidade pelo globo, variações na distribuição de chuvas em regiões tropicais e de latitudes médias e altas, além de inconstância nas temperaturas.

Frio e chuva chegando
Mas a partir da segunda-feira (20), a atmosfera deve ficar mais úmida e o ar seco começa a perder força. A tendência é que a partir da próxima semana, novas frentes frias cheguem ao Sudeste, Centro-Oeste e parte do Nordeste e provoquem chuvas, mas sem grandes acumulados de precipitação.

Entre segunda e sábado, a previsão é que chova na Grande São Paulo em torno de 10 milímetros e 20 milímetros. Para outubro, a meteorologia espera que o nível de chuva seja menor ou igual a 127 mm, média do mês em anos anteriores.

O total, segundo Kratz, não será suficiente para encher os níveis do reservatórios que formam o Sistema Cantareira, que operava com 4,3% da capacidade de abastecimento, segundo balanço divulgado pela Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo (Sabesp) na manhã de quinta-feira (16).

Fonte: G1

SP tem recorde histórico de calor com 37,8°C de temperatura, diz Inmet

Medição ocorreu na Zona Norte da capital às 14h desta sexta-feira.Estação da Prefeitura marcou 39,3°C, com sensação térmica de 47ºC.
Paulistanos enfrentam calor no Viaduto do Chá, no centro de São Paulo (SP), no começo da tarde desta sexta-feira (17) (Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo)

A cidade de São Paulo registrou temperatura máxima de 37,8ºC às 14h desta sexta-feira (16) e bateu recorde histórico de calor, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Esse é o registro mais alto desde o início das medições, em 1943, na estação do Inmet no Mirante de Santana, Zona Norte.

Até então, a máxima absoluta mais alta na capital havia sido de 37ºC, registrada em 10 de janeiro de 1999, ainda de acordo com o Inmet. Os dados do instituto de meteorologia mostram que 2014 teve cinco das dez temperaturas mais altas na cidade em 71 anos (veja tabela abaixo).

A estação Jaçanã/Tremebé, também na Zona Norte, controlada pelo Centro Gerenciamento de Emergências (CGE), órgão da Prefeitura, marcou temperatura ainda mais alta, de 39,3°C, às 13h50. A sensação térmica na região, segundo os meteorologistas, chegou a 47°C em locais descobertos. Mesmo os números do CGE sendo mais altos que os registros do Inmet, os dados histórios consideram as medições do instituto nacional de meteorologia.

De acordo com a Climatempo, vários municípios que já atingiram recordes de temperatura absolutos, ou as maiores marcas de 2014, podem registrar valores superiores até domingo (19), quando é previsto o ápice de calor por causa de uma massa de ar quente e seca na atmosfera.

Massa de ar seco

O Centro de Gerenciamento de Emergências também registrou umidade relativa do ar mínima de 38% na capital paulista nesta sexta-feira. A massa de ar seco formada é do mesmo tipo que a que atingiu alguns estados brasileiros no começo do ano e provocou um longo período de estiagem no Sudeste – que teve consequências graves para o abastecimento de água na Grande São Paulo. No entanto, ela deve se dissipar ainda na segunda-feira (20) (leia mais abaixo).

De acordo com Vitor Kratz, meteorologista da Climatempo, a “bolha de calor histórica” se formou devido ao fortalecimento do ar seco na atmosfera. Com isso, ela bloqueia desde o início desta semana a entrada de frentes frias, responsáveis por dar um refresco com a derrubada das temperaturas e formação de chuvas.

Segundo ele, o calor teria relação com o surgimento do El Niño, provocado quando a temperatura do Oceano Pacífico aumenta. De acordo com os cientistas, a anomalia na costa pacífica da América do Sul enfraquece os ventos alísios (que sopram de leste para oeste) na região equatorial e provoca uma mudança no padrão de transporte de umidade pelo globo, variações na distribuição de chuvas em regiões tropicais e de latitudes médias e altas, além de inconstância nas temperaturas.

Frio e chuva chegando
Mas a partir da segunda-feira (20), a atmosfera deve ficar mais úmida e o ar seco começa a perder força. A tendência é que a partir da próxima semana, novas frentes frias cheguem ao Sudeste, Centro-Oeste e parte do Nordeste e provoquem chuvas, mas sem grandes acumulados de precipitação.

Entre segunda e sábado, a previsão é que chova na Grande São Paulo em torno de 10 milímetros e 20 milímetros. Para outubro, a meteorologia espera que o nível de chuva seja menor ou igual a 127 mm, média do mês em anos anteriores.

O total, segundo Kratz, não será suficiente para encher os níveis do reservatórios que formam o Sistema Cantareira, que operava com 4,3% da capacidade de abastecimento, segundo balanço divulgado pela Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo (Sabesp) na manhã de quinta-feira (16).

Fonte: G1

Por Eremita Urbano / Sobrevivencialismo

Diversas são as vezes que vejo perguntas similares, e sinceramente tentar fazê-los aceitar é uma grande perda de tempo. A maioria das pessoas não tem a capacidade de abstrair o assunto, elas acreditam fortemente que o governo sempre vai cuidar delas e muitos não aceitam que algo ruim possa acontecer, acreditam realmente que são imunes a crises. Sendo assim acham uma grande perda de tempo e dinheiro se preparar.

Então, Eremita… Tenho que deixar tudo pra lá então? Bom amigo leitor, se não dá para você convencer o outro, use a sutileza.

Se tem problemas com isso na família pare de usar as palavras “sobrevivencialismo” e “preparação”, porque pra muitos isso é “coisa de doido que espera o fim do mundo”. Vamos usar das sutilezas na forma de pequenos “ganchos” que vão surgir e assim implementar, sem perceberem ao menos uma preparação mínima.

Em vez de falar pra sua família que vai fazer uma cisterna e colocar uma caixa d’água de 10.000 litros como parte de uma preparação, porque pode se ocorrer uma crise hídrica, faça diferente. Não use palavras “preparação” e “crise”.

Em um dia que faltar água fale simplesmente algo assim:

-Ah, não pessoal… Ficar sem água é tão ruim, isso está acontecendo muito e eu não quero passar por isso novamente, que tal aumentar o tamanho da caixa d’água para ter uma reserva maior? Essa falta de água está acontecendo direto mesmo!

Isso pode funcionar melhor.

Quando sua esposa brigar contigo porque você comprou mais uma “tranqueira que nunca usa” para por na mochila, diga tranquilamente, fazendo alguma analogia que não tenha nada a ver com sobrevivencialismo, por exemplo:

-Olha só meu bem, tem pessoas que gostam de colecionar latinhas, miniaturas de carros e você mesmo gosta de ter vários calçados, sendo que muitos você comprou e nunca usou, é tipo isso… É só uma coleção entende, uns gostam de colecionar calçados e eu gosto de colecionar essas coisas de camping, mesmo que eu nunca use eu acho legal entende? Mas prometo que só compro com o dinheiro que sobrar, nunca vou deixar de comprar algo para a família para comprar algo para coleção, tudo bem assim? Do mesmo modo que você gosta muito dos seus calçados, eu gosto muito dessas minhas coisas. Dê um sorriso e um beijo nela nesse momento!

Falando assim, as chances dela aceitar são maiores! Em um dia que o gás acabar a noite e estiver tudo fechado aproveite e diga:

-Nossa, que chato… Para evitar isso vamos aproveitar e comprar mais um ou dois botijões sobressalentes? Assim se um dia o gás acabar novamente a noite ou em um feriado a gente já tem de reserva o que acha?

Percebeu que sem estressar e nem comentar sobre preparação e sobrevivência você já conseguiu reserva de água, liberou sua mochila e combustível extra?

Continuemos… Em vez de dizer que quer comprar um estoque de comida pra 3 meses, porque se uma crise acontecer vão estar preparados, faça diferente. Em um dia de pequenas compras de muito calor e estando preso em um engarrafamento com a família diga:

-Pessoal tá complicado ficar comprando coisas toda semana, que tal na próxima fazermos compras para uns 2 meses? Assim não precisamos passar por esse sofrimento toda semana, vamos ficar mais confortáveis e economizar combustível que pode ser revertido em outra coisa mais útil… Como pizza em família, o que acham?

Eu pronto, fechou!

Você conseguiu ficar “de boa” com a sua mochila, ter uma reserva de água, reserva de combustível e reserva de alimentos, tudo isso de forma sutil. Você está preparado com algumas coisas importantes sem sequer ter mencionado com a família os termos sobrevivencialismo e preparação.

E claro que a lista pode ser muito maior, se sua esposa gosta de plantas que tal uma hortinha juntos e talvez envolver até os pequenos nos “cuidados com as plantinhas”? Pode ser muito bom para o relacionamento familiar fazer coisas juntos. Pense nisso!

Fazer alguém “aceitar o sobrevivencialismo” no meu modo de pensar é impossível. É a própria pessoa que tem que perceber por si mesma a importância e seguir o caminho pelos seu próprios passos, não tem como forçar, mas você deve sutilmente ir implementando algumas coisas e eles nem vão perceber que estão preparados.

E você amigo leitor, mais alguma dica de como fazer os outros se prepararem de forma sutil e sem estresse?

Fonte: Sobrevivencialismo

Sobrevivencialismo:Minha familia não gosta e acha estranho, como fazê-los aceitar a preparação e o sobrevivencialismo?

Por Eremita Urbano / Sobrevivencialismo

Diversas são as vezes que vejo perguntas similares, e sinceramente tentar fazê-los aceitar é uma grande perda de tempo. A maioria das pessoas não tem a capacidade de abstrair o assunto, elas acreditam fortemente que o governo sempre vai cuidar delas e muitos não aceitam que algo ruim possa acontecer, acreditam realmente que são imunes a crises. Sendo assim acham uma grande perda de tempo e dinheiro se preparar.

Então, Eremita… Tenho que deixar tudo pra lá então? Bom amigo leitor, se não dá para você convencer o outro, use a sutileza.

Se tem problemas com isso na família pare de usar as palavras “sobrevivencialismo” e “preparação”, porque pra muitos isso é “coisa de doido que espera o fim do mundo”. Vamos usar das sutilezas na forma de pequenos “ganchos” que vão surgir e assim implementar, sem perceberem ao menos uma preparação mínima.

Em vez de falar pra sua família que vai fazer uma cisterna e colocar uma caixa d’água de 10.000 litros como parte de uma preparação, porque pode se ocorrer uma crise hídrica, faça diferente. Não use palavras “preparação” e “crise”.

Em um dia que faltar água fale simplesmente algo assim:

-Ah, não pessoal… Ficar sem água é tão ruim, isso está acontecendo muito e eu não quero passar por isso novamente, que tal aumentar o tamanho da caixa d’água para ter uma reserva maior? Essa falta de água está acontecendo direto mesmo!

Isso pode funcionar melhor.

Quando sua esposa brigar contigo porque você comprou mais uma “tranqueira que nunca usa” para por na mochila, diga tranquilamente, fazendo alguma analogia que não tenha nada a ver com sobrevivencialismo, por exemplo:

-Olha só meu bem, tem pessoas que gostam de colecionar latinhas, miniaturas de carros e você mesmo gosta de ter vários calçados, sendo que muitos você comprou e nunca usou, é tipo isso… É só uma coleção entende, uns gostam de colecionar calçados e eu gosto de colecionar essas coisas de camping, mesmo que eu nunca use eu acho legal entende? Mas prometo que só compro com o dinheiro que sobrar, nunca vou deixar de comprar algo para a família para comprar algo para coleção, tudo bem assim? Do mesmo modo que você gosta muito dos seus calçados, eu gosto muito dessas minhas coisas. Dê um sorriso e um beijo nela nesse momento!

Falando assim, as chances dela aceitar são maiores! Em um dia que o gás acabar a noite e estiver tudo fechado aproveite e diga:

-Nossa, que chato… Para evitar isso vamos aproveitar e comprar mais um ou dois botijões sobressalentes? Assim se um dia o gás acabar novamente a noite ou em um feriado a gente já tem de reserva o que acha?

Percebeu que sem estressar e nem comentar sobre preparação e sobrevivência você já conseguiu reserva de água, liberou sua mochila e combustível extra?

Continuemos… Em vez de dizer que quer comprar um estoque de comida pra 3 meses, porque se uma crise acontecer vão estar preparados, faça diferente. Em um dia de pequenas compras de muito calor e estando preso em um engarrafamento com a família diga:

-Pessoal tá complicado ficar comprando coisas toda semana, que tal na próxima fazermos compras para uns 2 meses? Assim não precisamos passar por esse sofrimento toda semana, vamos ficar mais confortáveis e economizar combustível que pode ser revertido em outra coisa mais útil… Como pizza em família, o que acham?

Eu pronto, fechou!

Você conseguiu ficar “de boa” com a sua mochila, ter uma reserva de água, reserva de combustível e reserva de alimentos, tudo isso de forma sutil. Você está preparado com algumas coisas importantes sem sequer ter mencionado com a família os termos sobrevivencialismo e preparação.

E claro que a lista pode ser muito maior, se sua esposa gosta de plantas que tal uma hortinha juntos e talvez envolver até os pequenos nos “cuidados com as plantinhas”? Pode ser muito bom para o relacionamento familiar fazer coisas juntos. Pense nisso!

Fazer alguém “aceitar o sobrevivencialismo” no meu modo de pensar é impossível. É a própria pessoa que tem que perceber por si mesma a importância e seguir o caminho pelos seu próprios passos, não tem como forçar, mas você deve sutilmente ir implementando algumas coisas e eles nem vão perceber que estão preparados.

E você amigo leitor, mais alguma dica de como fazer os outros se prepararem de forma sutil e sem estresse?

Fonte: Sobrevivencialismo

AFP/AFP - Funcionários da área da saúde usam roupas protetoras em um hospital da ONG Médicos sem Fronteiras em Monróvia, capital da Libéria, em 30 de agosto de 2014
A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) afirmou nesta terça-feira que o mundo está perdendo a batalha contra a epidemia de Ebola, no mesmo dia em que as Nações Unidas alertaram para a escassez de alimentos nos países mais afetados pelo vírus.

"Após seis meses com a pior epidemia de Ebola da história, o mundo está perdendo a batalha. Os líderes não conseguiram tomar as medidas adequadas contra esta ameaça transnacional", afirmou a presidente da MSF, Joanne Liu, em uma sessão de informações na sede da ONU em Nova York.

Segundo a OMS, os Estados não reagiram ao apelo da Organização Mundial de Saúde (OMS) de 8 de agosto declarando a epidemia uma emergência de saúde pública mundial e "se limitaram a se unir a uma coalizão global da inação".

A presidente da ONG também pediu que a comunidade internacional financie mais camas nos hospitais de Guiné, Serra Leoa e Libéria, os três principais países afetados, e envie mais funcionários e laboratórios móveis.

O surto de Ebola deixou até agora 1.552 vítimas fatais e infectou outras 3.062 pessoas, segundo os últimos números da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A MSF denuncia, em particular, a situação na Monróvia, a capital da Libéria, onde "a cada dia temos que rejeitar doentes porque estamos lotados", segundo Stefan Liljegren, o coordenador do centro médico ElWA 3, administrado pela ONG.

Ainda na Libéria, a organização cristã de caridade SIM informou que um segundo missionário médico, de nacionalidade americana, foi infectado pelo Ebola.

O médico, cujo nome não foi revelado, trabalhava no setor de ginecologia do hospital financiado pelo SIM/USA em Monróvia.

Se o ritmo atual de infecção prosseguir, a OMS prevê que em um período de entre seis e nove meses podem existir cerca de 20.000 infectados.

"Em Serra Leoa, corpos altamente infecciosos estão apodrecendo nas ruas", indicou a MSF em seu relatório.

Em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira, o diretor do centro americano para o Controle e Prevenção de Enfermidades (CDC), Tom Frieden, advertiu que os casos de Ebola crescem rapidamente na África ocidental e, provavelmente, seguirão aumentando nas próximas semanas.

Segundo Frieden, o período no qual é possível deter esta epidemia antes que se estenda a outros países e seja ainda mais difícil de controlar "está próximo de chegar ao fim".

"É preciso agir agora (...) Sabemos o que fazer para deter o Ebola", afirmou Frieden, citando a quarentena dos infectados e o acompanhamento dos pacientes curados.

Neste sentido, o presidente Barack Obama disse em mensagem de vídeo que "deter esta doença não será fácil, mas sabemos como fazê-lo".

"Podemos salvar vidas e nossos países podem trabalhar juntos para melhorar a saúde pública e para que este tipo de epidemia não aconteça novamente", acrescentou Obama no vídeo destinado principalmente a Libéria, Nigéria e Guiné.

Escassez de alimentos e preços em alta

O Ebola também tem outras consequências e nesta terça-feira a ONU alertou para o risco de escassez de alimentos devido à restrição do comércio transfronteiriço.

"O acesso à comida se converteu em uma preocupação urgente para muitas pessoas em três dos países afetados e seus vizinhos", disse Bukar Tijani, representante regional da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) para a África.

As restrições dos deslocamentos provocaram compras motivadas pelo pânico, com a consequente escassez de alimentos, assim como um forte aumento dos preços, sobretudo nos centros urbanos, disse a FAO.

"A insegurança alimentar se intensificará nas próximas semanas e meses", disse o representante da organização.

A advertência da FAO coincide com o anúncio da OMS de um novo surto na República Democrática do Congo, embora esteja confinado em uma zona situada a 800 km de Kinshasa, a capital. O vírus matou 31 pessoas neste país.

Na Libéria, um dos países mais afetados pelo Ebola, que registrou até agora 694 mortos, o preço da mandioca nos mercados de Monróvia, a capital, subiu 150% nas primeiras semanas de agosto, indicou a FAO.

Para enfrentar a situação, o Programa Mundial de Alimentos (PAM) lançou uma operação regional de emergência para reunir 65.000 toneladas de comida para 1,3 milhão de pessoas nas áreas mais afetadas.

Por sua vez, um grupo de pesquisadores japoneses anunciou nesta terça-feira ter desenvolvido um novo método para detectar a presença do Ebola em 30 minutos, muito mais rápido que os sistemas atuais de diagnóstico.

O surto de Ebola, um vírus que se transmite por contato com fluidos corporais infectados, colocou em estado de alerta o oeste da África e todo o mundo, e levou algumas companhias aéreas a restringir os voos aos países afetados.

Fonte: Notícias Yahoo

MSF diz que mundo está perdendo batalha contra Ebola

AFP/AFP - Funcionários da área da saúde usam roupas protetoras em um hospital da ONG Médicos sem Fronteiras em Monróvia, capital da Libéria, em 30 de agosto de 2014
A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) afirmou nesta terça-feira que o mundo está perdendo a batalha contra a epidemia de Ebola, no mesmo dia em que as Nações Unidas alertaram para a escassez de alimentos nos países mais afetados pelo vírus.

"Após seis meses com a pior epidemia de Ebola da história, o mundo está perdendo a batalha. Os líderes não conseguiram tomar as medidas adequadas contra esta ameaça transnacional", afirmou a presidente da MSF, Joanne Liu, em uma sessão de informações na sede da ONU em Nova York.

Segundo a OMS, os Estados não reagiram ao apelo da Organização Mundial de Saúde (OMS) de 8 de agosto declarando a epidemia uma emergência de saúde pública mundial e "se limitaram a se unir a uma coalizão global da inação".

A presidente da ONG também pediu que a comunidade internacional financie mais camas nos hospitais de Guiné, Serra Leoa e Libéria, os três principais países afetados, e envie mais funcionários e laboratórios móveis.

O surto de Ebola deixou até agora 1.552 vítimas fatais e infectou outras 3.062 pessoas, segundo os últimos números da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A MSF denuncia, em particular, a situação na Monróvia, a capital da Libéria, onde "a cada dia temos que rejeitar doentes porque estamos lotados", segundo Stefan Liljegren, o coordenador do centro médico ElWA 3, administrado pela ONG.

Ainda na Libéria, a organização cristã de caridade SIM informou que um segundo missionário médico, de nacionalidade americana, foi infectado pelo Ebola.

O médico, cujo nome não foi revelado, trabalhava no setor de ginecologia do hospital financiado pelo SIM/USA em Monróvia.

Se o ritmo atual de infecção prosseguir, a OMS prevê que em um período de entre seis e nove meses podem existir cerca de 20.000 infectados.

"Em Serra Leoa, corpos altamente infecciosos estão apodrecendo nas ruas", indicou a MSF em seu relatório.

Em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira, o diretor do centro americano para o Controle e Prevenção de Enfermidades (CDC), Tom Frieden, advertiu que os casos de Ebola crescem rapidamente na África ocidental e, provavelmente, seguirão aumentando nas próximas semanas.

Segundo Frieden, o período no qual é possível deter esta epidemia antes que se estenda a outros países e seja ainda mais difícil de controlar "está próximo de chegar ao fim".

"É preciso agir agora (...) Sabemos o que fazer para deter o Ebola", afirmou Frieden, citando a quarentena dos infectados e o acompanhamento dos pacientes curados.

Neste sentido, o presidente Barack Obama disse em mensagem de vídeo que "deter esta doença não será fácil, mas sabemos como fazê-lo".

"Podemos salvar vidas e nossos países podem trabalhar juntos para melhorar a saúde pública e para que este tipo de epidemia não aconteça novamente", acrescentou Obama no vídeo destinado principalmente a Libéria, Nigéria e Guiné.

Escassez de alimentos e preços em alta

O Ebola também tem outras consequências e nesta terça-feira a ONU alertou para o risco de escassez de alimentos devido à restrição do comércio transfronteiriço.

"O acesso à comida se converteu em uma preocupação urgente para muitas pessoas em três dos países afetados e seus vizinhos", disse Bukar Tijani, representante regional da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) para a África.

As restrições dos deslocamentos provocaram compras motivadas pelo pânico, com a consequente escassez de alimentos, assim como um forte aumento dos preços, sobretudo nos centros urbanos, disse a FAO.

"A insegurança alimentar se intensificará nas próximas semanas e meses", disse o representante da organização.

A advertência da FAO coincide com o anúncio da OMS de um novo surto na República Democrática do Congo, embora esteja confinado em uma zona situada a 800 km de Kinshasa, a capital. O vírus matou 31 pessoas neste país.

Na Libéria, um dos países mais afetados pelo Ebola, que registrou até agora 694 mortos, o preço da mandioca nos mercados de Monróvia, a capital, subiu 150% nas primeiras semanas de agosto, indicou a FAO.

Para enfrentar a situação, o Programa Mundial de Alimentos (PAM) lançou uma operação regional de emergência para reunir 65.000 toneladas de comida para 1,3 milhão de pessoas nas áreas mais afetadas.

Por sua vez, um grupo de pesquisadores japoneses anunciou nesta terça-feira ter desenvolvido um novo método para detectar a presença do Ebola em 30 minutos, muito mais rápido que os sistemas atuais de diagnóstico.

O surto de Ebola, um vírus que se transmite por contato com fluidos corporais infectados, colocou em estado de alerta o oeste da África e todo o mundo, e levou algumas companhias aéreas a restringir os voos aos países afetados.

Fonte: Notícias Yahoo

Por Eremita Urbano / Sobrivencialismo.

Quanto se fala em preparação, devemos inicialmente responder a pergunta – Porque se preparar? As respostas podem ultrapassar a casas das dezenas. Eu vou deixar aqui a minha resposta simples. Devemos nos preparar para ficar mais confortáveis diante de uma crise qualquer.

Simples assim! Mas, nós humanos tendemos a buscar respostas rebuscadas e muitos tem dificuldade para assimilar a simplicidade. Por isso, vou elaborar um pouco mais.

Quando eu digo crise, estou falando de qualquer evento que altere a ordem natural das coisas. Em resumo, você pode se preparar para: Mudanças climáticas, terremotos, tsunamis, vulcões, meteoros, tempestade solar, epidemias, pandemias, desastres industriais, vazamento de produtos químicos, radioatividade, contaminação biológica, guerras, golpes de estado, violência urbana, guerra civil, opressão governamental, anarquia, colapso dos serviços públicos, hiperinflação, recessão, falta de crédito, captura do dinheiro nos bancos, invasão alienígena, ira divina, zumbis, desemprego ou qualquer outra crise que se possa imaginar.

Mas no final, a resposta do porque se preparar é individual e baseada nas particularidades do lugar em que se vive e também de acordo com características pessoais de cada um.

Ouvi em um vídeo do Batata Sobrevivencialista uma frase que ilustra bem a necessidade de se preparar e não depender totalmente do sistema. Ele disse que numa crise “o estado não vai te ajudar em nada, muito pelo contrário, vai cortar sua água, desligar sua energia e se puder leiloar sua casa, seu carro e seus bens ele fará isso.

Reflita bastante sobre essa afirmação.

Cada um se prepara para um tipo de situação que acha que pode acontecer e sempre digo que qualquer preparação é válida, afinal uma preparação para zumbis pode ser servir também para uma crise econômica, já que provavelmente ela vai envolver por exemplo um estoque de comida. Seja qual for a sua escolha ela é válida, o importante é se precaver.

Eu por exemplo, tenho como foco a sobrevivência urbana e me preparo principalmente para poder enfrentar crises econômicas e crises pessoais como o desemprego, por exemplo. Esse tipo de preparação envolve, entre outras coisas, estoques e técnicas de autossuficiência.

O estudo de matérias ligadas ao sobrevivencialismo sempre tem me ajudado a enfrentar problemas,  eu não espero por tempestades solares, zumbis ou crises mundiais. Existe um perigo real e muito mais próximo. A qualquer momento, você pode ter que enfrentar uma “crise individual” que pode ser deflagrada por doenças, divórcio ou desemprego, então é bom ter reservas e estar preparado.

Como iniciar sua preparação?
Por onde começar a se preparar? Esta é uma pergunta muito recorrente entre o pessoal que está chegando e vai iniciar suas preparações. Sendo assim, gostaria de deixar a minha opinião sobre o assunto.

Deixo claro que é minha opinião, não é a única e nem deve ser considerada a certa, pois sempre vão existir as particularidades de cada um, mas sendo bem objetivo eu diria que são 3 etapas:
  • Montar seu “Kit diário”;
  • Montar uma “Mochila”;
  • Adquirir conhecimentos, habilidades e fazer demais preparações para casa ou refúgio.
Só isso! Nada como a simplicidade! :-)
É… Sei… Você deve estar pensando: “Como assim?”. Caímos naquela questão de assimilação de coisas simples demais, mas calma, vou elaborar um pouco mais, amigo leitor!
A primeira etapa, que você deve fazer a curto prazo é montar o seu “kit diário”, chamando no meio de: EDC – Every Day Carry. Ele é bem rápido de montar, são coisas que lhe ajudam em atividades corriqueiras e vão sempre estar com você, em todos os momentos. Existe muito material sobre o assunto e no final desse texto vou deixar algumas referências pra você.

“Toques do Eremita” – Como eu fiz/faço?
A parte mais importante é você se planejar! Eu assisti e li inúmeros autores falando sobre o assunto, ia anotando os itens que eu achava que seriam úteis pra mim em uma planilha, depois ia pensando sobre os itens, apagava alguns, substituía outros, mas sempre usando a planilha pra que eu não me perdesse na hora de fazer as aquisições. É muito importante de antemão saber do que se precisa para não ficar perdendo tempo na hora de adquirir itens.

Kit diário do Eremita
Abaixo vou colocar a planilha dos itens que eu uso mas não recomendo que você compre exatamente as mesmas coisas, elas se aplicam a minha realidade urbana e você tem que fazer o seu, baseado em suas necessidades! Use essa planilha apenas como exemplo para montar o seu.
Clique na imagem para ampliar
Perceba que ela inicia com o que considero meus itens principais: O canivete Victorinox Hiker( Para mim o melhor custo-benefício da marca), Alicate-Chaveiro Multifuncional Mor, Mini Lanterna Led Tática Sipik SK68 c/ Zoom e quanto ao  Isqueiro ZIPPO perceba que ele esta com sua quantidade e valor em branco, isso indica que eu ainda não pude comprar, mas pretendo um dia tê-lo.
Monte sua planilha escrevendo inicialmente o que você precisa e depois a medida que for comprando vá colocando as quantidades, valor, data de aquisição e vencimento caso se aplique, assim você vai saber exatamente o que você tem e o que ainda precisa adquirir, daí a importância da planilha que também vai servir de inventário.

Perceba que gosto de ter backups, tenho uma lanterna principal e mais outra no Alicate Mor, tenho a lâmina do Victorinox Hiker e outra também no alicate, carrego como item de fogo um isqueiro mini bic mas pretendo ter como principal o Zippo, que um dia ainda vou comprar. Essas sutilezas são pessoais e o que é bom pra mim pode não ser pra você, então planeje bem seu EDC.

Depois do kit segue para uma caixa onde carrego outros pequenos itens que considero úteis para o meu dia-a-dia e termina com uma relação inclusive do meu vestuário diário.

A parte boa de se fazer assim, é que você pode ter noção antecipada do quanto vai gastar e também saber o quanto já gastou em dinheiro com seu kit. Quando eu “coloquei no papel” fiquei surpreso com valores e com a quantidade de itens que dá pra se carregar de forma imperceptível, já que não uso mochila diariamente. Tudo isso vai comigo nos bolsos e se eu não falar, ninguém nota que eu os carrego e é muita coisa, vendo a listagem.

Outra coisa interessante de se ter a lista é que lendo a mesma de vez em quando, você não se esquece do que tem e não corre o risco de comprar itens duplicados sem necessidade.

O segundo passo, a médio prazo, seria a montagem sua “Mochila”, chamada no meio de BOB ou mochila de fuga, que em teoria seria responsável por lhe manter por 72 horas sem apoio algum de infraestrutura. Ela contempla bem mais itens que o EDC. Também coloco ao final do texto referências sobre esse tópico.

Do mesmo modo que eu fiz com o EDC, segue alguns exemplos de coisas que você pode ter na mochila. Perceba que a planilha está preenchida com itens ideais. Os que não tem quantidade são os que ainda devem ser adquiridos.
Clique para ampliar
Se você montar seu “kit diário” inicialmente já esta bom, montando também a sua “mochila” fica ótimo para quem esta iniciando.

O terceiro passo que seria algo a longo prazo são os: “Conhecimentos, habilidades e demais preparações em casa ou refúgio”. Aqui eu nem vou entrar em muitos detalhes, porque as possibilidades tendem ao infinito, mas nesse ponto você estaria se preparando e preparando sua casa ou refúgio pra ficar o mais “fora do sistema” possível. Para isso você vai tentar ficar autossuficiente em energia, fazendo uso de painéis solares (por exemplo), em relação a água vai construir um poço artesiano ou captar água da chuva, vai aprender a produzir seu próprio alimento com uma horta, criar galinhas ou coelhos, estocar comida de fácil preparo, aprender a conservar alimentos… Como eu disse, esse ponto é muito extenso! Basicamente são outros cuidados e “disciplinas” que tem que aprender, basta acompanhar os blogs ou grupos… Você vai vendo os assuntos que são tratados e se achar que o assunto é interessante pra você, inicie o aprendizado nele!

Pra ficar bem fácil de entender e fechar o assunto, vou colocar uma imagem que vai representar melhor o que há de ser feito. Como toda a mudança, esta deve ser feita de dentro para fora, então a leitura dessa imagem deverá ser feita também de dentro para fora.
Clique para ampliar
Perceba que você vai primeiro montar seu Kit diário – Agora você já sabe como.
Depois montar sua Mochila – Que você também agora já sabe como.

E por último e durante sua vida toda praticamente, você vai estar colocando os “tijolos” que vão lhe fortificar como sobrevivencialista/preparador. “Tijolos” esses que são os conhecimentos, habilidades e demais preparações em casa ou refúgio. Os que citei são alguns exemplos, mas é você que deve eleger quais “tijolos”  vai usar e a sequencia que vai aprender, para isso não existe regra pronta. Perceba que deixei a imagem com alguns exemplos e de forma proposital, também deixei lacunas que devem ser preenchidas por você mediante seu próprio contexto.

RESUMO
Todos devemos nos preparar para ficarmos mais confortáveis diante de uma crise qualquer. Devemos iniciar com um kit de itens de uso diário, depois uma mochila com itens úteis e por fim sempre estarmos nos fortificando com os vários “tijolos”que são os conhecimentos, habilidades e demais preparações em casa ou refúgio.

REFERÊNCIAS/ LINKS ÚTEIS




GLOSSÁRIO – PREPARADOR/SOBREVIVENCIALISTA

EDC - “Everyday Carry”: Itens que alguém não abdica no seu dia à dia e que serão utilizados em caso de necessidade.

BOB - “Bug Out Bag”: Mochila, mala ou saco que contenha no seu interior diversos bens necessários que garantam algum nível de subsistência até cerca de 72h para que seja possível avançar para um local seguro ou esperar pelo resgate. Geralmente contém comida, água, equipamento de primeiros socorros, equipamento de emergência, equipamento de comunicações, equipamento de defesa, lanterna e outros itens de necessidade (Sinônimos: BIB – “Bug In Bag”; GOOD KIT – “Get Out Of Dodge Kit”; INCH – “I’m Never Coming Home Kit”).

SHTF - Um dos acrónimos mais comuns que significa “Shit Hits The Fan” (alternativa: WTSHTF – “When The Shit Hits The Fan “. A tradução não poderia ser mais simples: Quando a mer%$@ atingir o ventilador. Este termo diz respeito a um acontecimento a nível local, nacional ou global que pode mudar radicalmente as nossas vidas.

BOV - “Bug Out Vehicle”, veículo usado para nos transportar para uma localização segura ou para nos ajudar a afastar de zonas de perigo.

BOL - “Bug Out Location” é uma localização segura previamente preparada e definida para tal de acordo com os nossos planos de atuação. Pode igualmente surgir definida como “retreat location”.

EMP (PEM no Brasil) – “Electromagnetic Pulse”: Pulso abrupto de radiação eletromagnética geralmente resultante de explosões com grande libertação de energia, especialmente explosões nucleares, fortes explosões solares, etc. De um modo geral, todos os equipamentos eletrônicos dos nossos dias que estejam dentro da área de impacto ficarão inutilizados.

EOTW - “End Of The World”, também chamado de TEOTWAWKI (“The End Of The World As We Know It” – O fim do mundo como conhecemos), descreve um acontecimento ou uma situação que pode causar o fim da vida ou do planeta (guerra nuclear, colisão de asteróide, etc.).

GOOD - “Get Out Of Dodge” é um termo usado para o momento em que devemos abandonar a zona onde num determinado momento nos encontramos para procurar uma localização segura.

WROL - Acrônimo para “WithOut Rule Of Law”. Basicamente descreve situações ou zonas que momentaneamente ou permanentemente ficam sem lei nem ordem.

OVELHAS - Termo usado para identificar a maioria da população que não está preparada para um cenário catastrófico e estão dependentes do sistema. Alguns num SHTF possivelmente optarão por um comportamento agressivo atacando, agredindo e roubando os que previamente se prepararam para o pior.

Eremita Urbano(@fortedoeremita) é Cientista da Computação, pós-graduando em Gestão da Tecnologia da Informação e Técnico em Administração Empresarial. Atuou mais de 10 anos como instrutor de computação e rotinas administrativas. Aficionado em aprender, acredita que o estudo do sobrevivencialismo e assuntos correlatos, pode nós aperfeiçoar e nos tornar humanos melhores.

Sobrivencialismo: Porque se preparar e como iniciar sua preparação

Por Eremita Urbano / Sobrivencialismo.

Quanto se fala em preparação, devemos inicialmente responder a pergunta – Porque se preparar? As respostas podem ultrapassar a casas das dezenas. Eu vou deixar aqui a minha resposta simples. Devemos nos preparar para ficar mais confortáveis diante de uma crise qualquer.

Simples assim! Mas, nós humanos tendemos a buscar respostas rebuscadas e muitos tem dificuldade para assimilar a simplicidade. Por isso, vou elaborar um pouco mais.

Quando eu digo crise, estou falando de qualquer evento que altere a ordem natural das coisas. Em resumo, você pode se preparar para: Mudanças climáticas, terremotos, tsunamis, vulcões, meteoros, tempestade solar, epidemias, pandemias, desastres industriais, vazamento de produtos químicos, radioatividade, contaminação biológica, guerras, golpes de estado, violência urbana, guerra civil, opressão governamental, anarquia, colapso dos serviços públicos, hiperinflação, recessão, falta de crédito, captura do dinheiro nos bancos, invasão alienígena, ira divina, zumbis, desemprego ou qualquer outra crise que se possa imaginar.

Mas no final, a resposta do porque se preparar é individual e baseada nas particularidades do lugar em que se vive e também de acordo com características pessoais de cada um.

Ouvi em um vídeo do Batata Sobrevivencialista uma frase que ilustra bem a necessidade de se preparar e não depender totalmente do sistema. Ele disse que numa crise “o estado não vai te ajudar em nada, muito pelo contrário, vai cortar sua água, desligar sua energia e se puder leiloar sua casa, seu carro e seus bens ele fará isso.

Reflita bastante sobre essa afirmação.

Cada um se prepara para um tipo de situação que acha que pode acontecer e sempre digo que qualquer preparação é válida, afinal uma preparação para zumbis pode ser servir também para uma crise econômica, já que provavelmente ela vai envolver por exemplo um estoque de comida. Seja qual for a sua escolha ela é válida, o importante é se precaver.

Eu por exemplo, tenho como foco a sobrevivência urbana e me preparo principalmente para poder enfrentar crises econômicas e crises pessoais como o desemprego, por exemplo. Esse tipo de preparação envolve, entre outras coisas, estoques e técnicas de autossuficiência.

O estudo de matérias ligadas ao sobrevivencialismo sempre tem me ajudado a enfrentar problemas,  eu não espero por tempestades solares, zumbis ou crises mundiais. Existe um perigo real e muito mais próximo. A qualquer momento, você pode ter que enfrentar uma “crise individual” que pode ser deflagrada por doenças, divórcio ou desemprego, então é bom ter reservas e estar preparado.

Como iniciar sua preparação?
Por onde começar a se preparar? Esta é uma pergunta muito recorrente entre o pessoal que está chegando e vai iniciar suas preparações. Sendo assim, gostaria de deixar a minha opinião sobre o assunto.

Deixo claro que é minha opinião, não é a única e nem deve ser considerada a certa, pois sempre vão existir as particularidades de cada um, mas sendo bem objetivo eu diria que são 3 etapas:
  • Montar seu “Kit diário”;
  • Montar uma “Mochila”;
  • Adquirir conhecimentos, habilidades e fazer demais preparações para casa ou refúgio.
Só isso! Nada como a simplicidade! :-)
É… Sei… Você deve estar pensando: “Como assim?”. Caímos naquela questão de assimilação de coisas simples demais, mas calma, vou elaborar um pouco mais, amigo leitor!
A primeira etapa, que você deve fazer a curto prazo é montar o seu “kit diário”, chamando no meio de: EDC – Every Day Carry. Ele é bem rápido de montar, são coisas que lhe ajudam em atividades corriqueiras e vão sempre estar com você, em todos os momentos. Existe muito material sobre o assunto e no final desse texto vou deixar algumas referências pra você.

“Toques do Eremita” – Como eu fiz/faço?
A parte mais importante é você se planejar! Eu assisti e li inúmeros autores falando sobre o assunto, ia anotando os itens que eu achava que seriam úteis pra mim em uma planilha, depois ia pensando sobre os itens, apagava alguns, substituía outros, mas sempre usando a planilha pra que eu não me perdesse na hora de fazer as aquisições. É muito importante de antemão saber do que se precisa para não ficar perdendo tempo na hora de adquirir itens.

Kit diário do Eremita
Abaixo vou colocar a planilha dos itens que eu uso mas não recomendo que você compre exatamente as mesmas coisas, elas se aplicam a minha realidade urbana e você tem que fazer o seu, baseado em suas necessidades! Use essa planilha apenas como exemplo para montar o seu.
Clique na imagem para ampliar
Perceba que ela inicia com o que considero meus itens principais: O canivete Victorinox Hiker( Para mim o melhor custo-benefício da marca), Alicate-Chaveiro Multifuncional Mor, Mini Lanterna Led Tática Sipik SK68 c/ Zoom e quanto ao  Isqueiro ZIPPO perceba que ele esta com sua quantidade e valor em branco, isso indica que eu ainda não pude comprar, mas pretendo um dia tê-lo.
Monte sua planilha escrevendo inicialmente o que você precisa e depois a medida que for comprando vá colocando as quantidades, valor, data de aquisição e vencimento caso se aplique, assim você vai saber exatamente o que você tem e o que ainda precisa adquirir, daí a importância da planilha que também vai servir de inventário.

Perceba que gosto de ter backups, tenho uma lanterna principal e mais outra no Alicate Mor, tenho a lâmina do Victorinox Hiker e outra também no alicate, carrego como item de fogo um isqueiro mini bic mas pretendo ter como principal o Zippo, que um dia ainda vou comprar. Essas sutilezas são pessoais e o que é bom pra mim pode não ser pra você, então planeje bem seu EDC.

Depois do kit segue para uma caixa onde carrego outros pequenos itens que considero úteis para o meu dia-a-dia e termina com uma relação inclusive do meu vestuário diário.

A parte boa de se fazer assim, é que você pode ter noção antecipada do quanto vai gastar e também saber o quanto já gastou em dinheiro com seu kit. Quando eu “coloquei no papel” fiquei surpreso com valores e com a quantidade de itens que dá pra se carregar de forma imperceptível, já que não uso mochila diariamente. Tudo isso vai comigo nos bolsos e se eu não falar, ninguém nota que eu os carrego e é muita coisa, vendo a listagem.

Outra coisa interessante de se ter a lista é que lendo a mesma de vez em quando, você não se esquece do que tem e não corre o risco de comprar itens duplicados sem necessidade.

O segundo passo, a médio prazo, seria a montagem sua “Mochila”, chamada no meio de BOB ou mochila de fuga, que em teoria seria responsável por lhe manter por 72 horas sem apoio algum de infraestrutura. Ela contempla bem mais itens que o EDC. Também coloco ao final do texto referências sobre esse tópico.

Do mesmo modo que eu fiz com o EDC, segue alguns exemplos de coisas que você pode ter na mochila. Perceba que a planilha está preenchida com itens ideais. Os que não tem quantidade são os que ainda devem ser adquiridos.
Clique para ampliar
Se você montar seu “kit diário” inicialmente já esta bom, montando também a sua “mochila” fica ótimo para quem esta iniciando.

O terceiro passo que seria algo a longo prazo são os: “Conhecimentos, habilidades e demais preparações em casa ou refúgio”. Aqui eu nem vou entrar em muitos detalhes, porque as possibilidades tendem ao infinito, mas nesse ponto você estaria se preparando e preparando sua casa ou refúgio pra ficar o mais “fora do sistema” possível. Para isso você vai tentar ficar autossuficiente em energia, fazendo uso de painéis solares (por exemplo), em relação a água vai construir um poço artesiano ou captar água da chuva, vai aprender a produzir seu próprio alimento com uma horta, criar galinhas ou coelhos, estocar comida de fácil preparo, aprender a conservar alimentos… Como eu disse, esse ponto é muito extenso! Basicamente são outros cuidados e “disciplinas” que tem que aprender, basta acompanhar os blogs ou grupos… Você vai vendo os assuntos que são tratados e se achar que o assunto é interessante pra você, inicie o aprendizado nele!

Pra ficar bem fácil de entender e fechar o assunto, vou colocar uma imagem que vai representar melhor o que há de ser feito. Como toda a mudança, esta deve ser feita de dentro para fora, então a leitura dessa imagem deverá ser feita também de dentro para fora.
Clique para ampliar
Perceba que você vai primeiro montar seu Kit diário – Agora você já sabe como.
Depois montar sua Mochila – Que você também agora já sabe como.

E por último e durante sua vida toda praticamente, você vai estar colocando os “tijolos” que vão lhe fortificar como sobrevivencialista/preparador. “Tijolos” esses que são os conhecimentos, habilidades e demais preparações em casa ou refúgio. Os que citei são alguns exemplos, mas é você que deve eleger quais “tijolos”  vai usar e a sequencia que vai aprender, para isso não existe regra pronta. Perceba que deixei a imagem com alguns exemplos e de forma proposital, também deixei lacunas que devem ser preenchidas por você mediante seu próprio contexto.

RESUMO
Todos devemos nos preparar para ficarmos mais confortáveis diante de uma crise qualquer. Devemos iniciar com um kit de itens de uso diário, depois uma mochila com itens úteis e por fim sempre estarmos nos fortificando com os vários “tijolos”que são os conhecimentos, habilidades e demais preparações em casa ou refúgio.

REFERÊNCIAS/ LINKS ÚTEIS




GLOSSÁRIO – PREPARADOR/SOBREVIVENCIALISTA

EDC - “Everyday Carry”: Itens que alguém não abdica no seu dia à dia e que serão utilizados em caso de necessidade.

BOB - “Bug Out Bag”: Mochila, mala ou saco que contenha no seu interior diversos bens necessários que garantam algum nível de subsistência até cerca de 72h para que seja possível avançar para um local seguro ou esperar pelo resgate. Geralmente contém comida, água, equipamento de primeiros socorros, equipamento de emergência, equipamento de comunicações, equipamento de defesa, lanterna e outros itens de necessidade (Sinônimos: BIB – “Bug In Bag”; GOOD KIT – “Get Out Of Dodge Kit”; INCH – “I’m Never Coming Home Kit”).

SHTF - Um dos acrónimos mais comuns que significa “Shit Hits The Fan” (alternativa: WTSHTF – “When The Shit Hits The Fan “. A tradução não poderia ser mais simples: Quando a mer%$@ atingir o ventilador. Este termo diz respeito a um acontecimento a nível local, nacional ou global que pode mudar radicalmente as nossas vidas.

BOV - “Bug Out Vehicle”, veículo usado para nos transportar para uma localização segura ou para nos ajudar a afastar de zonas de perigo.

BOL - “Bug Out Location” é uma localização segura previamente preparada e definida para tal de acordo com os nossos planos de atuação. Pode igualmente surgir definida como “retreat location”.

EMP (PEM no Brasil) – “Electromagnetic Pulse”: Pulso abrupto de radiação eletromagnética geralmente resultante de explosões com grande libertação de energia, especialmente explosões nucleares, fortes explosões solares, etc. De um modo geral, todos os equipamentos eletrônicos dos nossos dias que estejam dentro da área de impacto ficarão inutilizados.

EOTW - “End Of The World”, também chamado de TEOTWAWKI (“The End Of The World As We Know It” – O fim do mundo como conhecemos), descreve um acontecimento ou uma situação que pode causar o fim da vida ou do planeta (guerra nuclear, colisão de asteróide, etc.).

GOOD - “Get Out Of Dodge” é um termo usado para o momento em que devemos abandonar a zona onde num determinado momento nos encontramos para procurar uma localização segura.

WROL - Acrônimo para “WithOut Rule Of Law”. Basicamente descreve situações ou zonas que momentaneamente ou permanentemente ficam sem lei nem ordem.

OVELHAS - Termo usado para identificar a maioria da população que não está preparada para um cenário catastrófico e estão dependentes do sistema. Alguns num SHTF possivelmente optarão por um comportamento agressivo atacando, agredindo e roubando os que previamente se prepararam para o pior.

Eremita Urbano(@fortedoeremita) é Cientista da Computação, pós-graduando em Gestão da Tecnologia da Informação e Técnico em Administração Empresarial. Atuou mais de 10 anos como instrutor de computação e rotinas administrativas. Aficionado em aprender, acredita que o estudo do sobrevivencialismo e assuntos correlatos, pode nós aperfeiçoar e nos tornar humanos melhores.


Secretaria da Saúde do RS elabora plano de contingência para ebola
Em Porto Alegre, Hospital Conceição é referência para tratamento do vírus

O vírus ebola, que já matou quase mil pessoas na África, é no momento uma das maiores preocupações da Organização Mundial de Saúde (OMS), que acredita na criação de uma vacina somente em 2015.

Embora o Brasil não seja um País que receba muitos africanos, o governo federal já estabeleceu algumas normas para cuidar de casos suspeitos da doença.

O Rio Grande do Sul, no entanto, ainda não tem o plano de contingência pronto para o ebola. O programa está em processo de elaboração, segundo a técnica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde Marilina Bercini.

"O plano de contingência ainda está sendo elaborado. Ele ainda não está pronto porque precisamos definir a situação das cidades do interior e isto leva algum tempo. É bom salientar que o planejamento para Porto Alegre está definido e já conta até com o hospital referência, que é o Conceição", disse nesta segunda-feira em entrevista ao site do Correio do Povo.

Marilina afirmou que os profissionais da saúde estão avisados sobre como proceder em caso de chegada do vírus em solo gaúcho. A técnica destacou que os aeroportos do Brasil já contam com postos avançados que estão preparados para identificar uma possível contaminação do ebola.

"A Anvisa é responsável por estes postos. Nós já estabelecemos, de acordo com a norma federal, a maneira de transportar o paciente e de como isolá-lo. É importante dizer que o sistema está organizado e a população não irá desassistida", garantiu. A técnica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde comentou que o interior não é mais vulnerável à chegada do vírus do que a Capital.

"O que precisa ser cuidado é a origem do paciente. No momento, existem pelo menos quatro países onde o ebola está concentrado: Guiné, Libéria, Nigéria e Serra Leoa. Se algum caso surgir nas cidades do interior, o paciente será encaminhado ao hospital de referência mais próximo, o que significa dizer que ele não precisa ser transportado para Porto Alegre", explicou Marilina.

Marilina disse que o ebola, conhecido desde 1976, nunca teve um comportamento tão agressivo como agora. Ela garantiu que não há risco de contato imediato por se tratar de uma "doença lenta".

"Na década de 70, nós tínhamos cerca de 100 casos de ebola. Agora, os quadros aumentaram porque a prevenção nos países africanos não é feita de forma adequada, muito pela característica cultural daquele continente, de às vezes não acreditar no trabalho da medicina", argumentou.


O nome da denunciante do Hospital foi mantido em sigilo pela própria segurança dela.)



Referência: CBN Brasil

Fontes: Libertar , Correio do Povo

Brasil infectado: Hospital Conceição receberá os pacientes com ebola no RS

Secretaria da Saúde do RS elabora plano de contingência para ebola
Em Porto Alegre, Hospital Conceição é referência para tratamento do vírus

O vírus ebola, que já matou quase mil pessoas na África, é no momento uma das maiores preocupações da Organização Mundial de Saúde (OMS), que acredita na criação de uma vacina somente em 2015.

Embora o Brasil não seja um País que receba muitos africanos, o governo federal já estabeleceu algumas normas para cuidar de casos suspeitos da doença.

O Rio Grande do Sul, no entanto, ainda não tem o plano de contingência pronto para o ebola. O programa está em processo de elaboração, segundo a técnica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde Marilina Bercini.

"O plano de contingência ainda está sendo elaborado. Ele ainda não está pronto porque precisamos definir a situação das cidades do interior e isto leva algum tempo. É bom salientar que o planejamento para Porto Alegre está definido e já conta até com o hospital referência, que é o Conceição", disse nesta segunda-feira em entrevista ao site do Correio do Povo.

Marilina afirmou que os profissionais da saúde estão avisados sobre como proceder em caso de chegada do vírus em solo gaúcho. A técnica destacou que os aeroportos do Brasil já contam com postos avançados que estão preparados para identificar uma possível contaminação do ebola.

"A Anvisa é responsável por estes postos. Nós já estabelecemos, de acordo com a norma federal, a maneira de transportar o paciente e de como isolá-lo. É importante dizer que o sistema está organizado e a população não irá desassistida", garantiu. A técnica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde comentou que o interior não é mais vulnerável à chegada do vírus do que a Capital.

"O que precisa ser cuidado é a origem do paciente. No momento, existem pelo menos quatro países onde o ebola está concentrado: Guiné, Libéria, Nigéria e Serra Leoa. Se algum caso surgir nas cidades do interior, o paciente será encaminhado ao hospital de referência mais próximo, o que significa dizer que ele não precisa ser transportado para Porto Alegre", explicou Marilina.

Marilina disse que o ebola, conhecido desde 1976, nunca teve um comportamento tão agressivo como agora. Ela garantiu que não há risco de contato imediato por se tratar de uma "doença lenta".

"Na década de 70, nós tínhamos cerca de 100 casos de ebola. Agora, os quadros aumentaram porque a prevenção nos países africanos não é feita de forma adequada, muito pela característica cultural daquele continente, de às vezes não acreditar no trabalho da medicina", argumentou.


O nome da denunciante do Hospital foi mantido em sigilo pela própria segurança dela.)



Referência: CBN Brasil

Fontes: Libertar , Correio do Povo

Foto: AP
A recente declaração de um dos líderes do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) que esse movimento tencionava atacar a Arábia Saudita provocou sérias preocupações nesse reino. Para a fronteira com o Iraque, cuja maior parte já é controlada pelo EIIL, foram deslocados mais 30 mil soldados.

Riad pediu garantias de segurança a seus principais aliados no mundo árabe – o Egito e o Paquistão. Parece que o país que ocupa o quarto lugar do mundo em orçamento de defesa não está confiante na eficácia de suas próprias forças armadas. Depois da campanha do EIIL no Iraque se tornou evidente que nem a ciência militar estrangeira, nem os meios de combate modernos, são capazes de travar os processos que foram iniciados há muitos anos, inclusivamente por forças influentes no Reino da Arábia Saudita.


Tal como foi previsto pelos peritos ainda em finais do século passado, a ideia da redução da tensão interna através da exportação dos seus portadores apenas aumentou seus números e agravou a situação.

Claro que todos percebiam o perigo de os cidadãos radicais do reino poderem regressar um dia. Mas, segundo vemos pela reação de Riad, dificilmente alguém pensaria que na própria fronteira do país iria surgir de repente uma força tão grande, organizada, equipada e motivada.

Assim como a eficiência e a flexibilidade da estratégia militar do recém-formado “califado”. Desde o início que a liderança do EIIL executou uma cadeia de tarefas consequentes e realistas. Tendo obtido experiência de combate na Síria, ele concentrou em momento oportuno seus esforços na frente leste.

Tendo obtido no Iraque uma base material suficiente e um território com vias de comunicação, que permitem manobrar tropas e transferir material pesado, o exército do califado agora se dedica à consolidação dos territórios ocupados e ao reagrupamento de forças.

Irá o “califado” continuar tentando atacar na Síria e no Iraque já em territórios com populações que lhe são hostis e com grandes formações de exércitos regulares? Muitos por enquanto esperam que sim. Mas Theodore Karasik, do Instituto de Análise Militar do Oriente Médio e Golfo Pérsico no Dubai, pensa que logo após a consolidação de forças existe um perigo real de “eles tentarem regressar ao reino”. Existem fundamentos para esse ponto de vista.

Tal como no Iraque, o EIIL dificilmente conta apenas com o êxito de uma intervenção exterior. Ainda na primavera no reino surgiram sinais de ativação da “quinta coluna” desse movimento.

De abril a junho o EIIL usou ativamente no reino aplicações móveis para propaganda e recrutamento de apoiantes.

Em maio Riad declarou que foi descoberta uma conspiração de terroristas ligados ao EIIL. Seu objetivo era o assassinato de altas personalidades sauditas e ativistas religiosos.

Desde o verão que o EIIL escreve seus slogans em paredes por todo o reino, em junho na capital também surgiram folhetos do “califado”.

Desde 1 de agosto o EIIL desenrolou nas redes sociais da Arábia Saudita uma campanha para recolha de dados pessoais de funcionários dos serviços secretos sauditas com o objetivo de liquidá-los. O resultado foram as cerca de 30 mil postagens com moradas, fotografias e números de telefone de uma grande quantidade de cidadãos alegadamente associados à Inteligência Geral.

A ativação do EIIL já foi apoiada por seu aliado da “frente sul” – a Al-Qaeda na Península Arábica (AQAP, na sigla em inglês). O vídeo de um atentado em 4 de julho, quando dois terroristas da AQAP se fizeram explodir num posto de controle na fronteira com o Iêmen, terminava com ameaças de novos ataques não apenas na fronteira, mas também no interior do território da Arábia Saudita.

Mas se o “califado” não conseguir sucesso com sua operação militar no reino, suas ameaças de destruir santuários islâmicos são bem reais. Isso já aconteceu antes.

Hoje já poucos se lembram que em 1979, quando no Irã foi criada uma república islâmica depois do derrube do xá, na Arábia Saudita tiveram lugar processos idênticos. No dia 20 de novembro, 500 extremistas religiosos ocuparam, e mantiveram em seu poder, a Grande Mesquita de Meca, exigindo o derrube da monarquia e a expulsão das companhias ocidentais e dos “infiéis” para fora do país.

Durante o assalto a mesquita foi destruída. Foram decapitados publicamente 63 terroristas, mas um dos suspeitos, um tal Mahrous bin Laden, foi liberado. Já o chefe da operação e da Inteligência Geral príncipe Turki bin Faisal Al Saud propôs a seu irmão Osama que viajasse para o Afeganistão para ajudar os mujahedins…

Trinta e cinco anos depois, os que cresceram com as ideias de Oama bin Laden voltam ameaçando destruir a Grande Mesquita de Meca. Mas agora eles podem fazer muito mais.

Fonte: A Voz da Rússia , Surfando No Assude

Guerras e Rumores de Guerras - Arábia Saudita à Beira da Guerra

Foto: AP
A recente declaração de um dos líderes do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) que esse movimento tencionava atacar a Arábia Saudita provocou sérias preocupações nesse reino. Para a fronteira com o Iraque, cuja maior parte já é controlada pelo EIIL, foram deslocados mais 30 mil soldados.

Riad pediu garantias de segurança a seus principais aliados no mundo árabe – o Egito e o Paquistão. Parece que o país que ocupa o quarto lugar do mundo em orçamento de defesa não está confiante na eficácia de suas próprias forças armadas. Depois da campanha do EIIL no Iraque se tornou evidente que nem a ciência militar estrangeira, nem os meios de combate modernos, são capazes de travar os processos que foram iniciados há muitos anos, inclusivamente por forças influentes no Reino da Arábia Saudita.


Tal como foi previsto pelos peritos ainda em finais do século passado, a ideia da redução da tensão interna através da exportação dos seus portadores apenas aumentou seus números e agravou a situação.

Claro que todos percebiam o perigo de os cidadãos radicais do reino poderem regressar um dia. Mas, segundo vemos pela reação de Riad, dificilmente alguém pensaria que na própria fronteira do país iria surgir de repente uma força tão grande, organizada, equipada e motivada.

Assim como a eficiência e a flexibilidade da estratégia militar do recém-formado “califado”. Desde o início que a liderança do EIIL executou uma cadeia de tarefas consequentes e realistas. Tendo obtido experiência de combate na Síria, ele concentrou em momento oportuno seus esforços na frente leste.

Tendo obtido no Iraque uma base material suficiente e um território com vias de comunicação, que permitem manobrar tropas e transferir material pesado, o exército do califado agora se dedica à consolidação dos territórios ocupados e ao reagrupamento de forças.

Irá o “califado” continuar tentando atacar na Síria e no Iraque já em territórios com populações que lhe são hostis e com grandes formações de exércitos regulares? Muitos por enquanto esperam que sim. Mas Theodore Karasik, do Instituto de Análise Militar do Oriente Médio e Golfo Pérsico no Dubai, pensa que logo após a consolidação de forças existe um perigo real de “eles tentarem regressar ao reino”. Existem fundamentos para esse ponto de vista.

Tal como no Iraque, o EIIL dificilmente conta apenas com o êxito de uma intervenção exterior. Ainda na primavera no reino surgiram sinais de ativação da “quinta coluna” desse movimento.

De abril a junho o EIIL usou ativamente no reino aplicações móveis para propaganda e recrutamento de apoiantes.

Em maio Riad declarou que foi descoberta uma conspiração de terroristas ligados ao EIIL. Seu objetivo era o assassinato de altas personalidades sauditas e ativistas religiosos.

Desde o verão que o EIIL escreve seus slogans em paredes por todo o reino, em junho na capital também surgiram folhetos do “califado”.

Desde 1 de agosto o EIIL desenrolou nas redes sociais da Arábia Saudita uma campanha para recolha de dados pessoais de funcionários dos serviços secretos sauditas com o objetivo de liquidá-los. O resultado foram as cerca de 30 mil postagens com moradas, fotografias e números de telefone de uma grande quantidade de cidadãos alegadamente associados à Inteligência Geral.

A ativação do EIIL já foi apoiada por seu aliado da “frente sul” – a Al-Qaeda na Península Arábica (AQAP, na sigla em inglês). O vídeo de um atentado em 4 de julho, quando dois terroristas da AQAP se fizeram explodir num posto de controle na fronteira com o Iêmen, terminava com ameaças de novos ataques não apenas na fronteira, mas também no interior do território da Arábia Saudita.

Mas se o “califado” não conseguir sucesso com sua operação militar no reino, suas ameaças de destruir santuários islâmicos são bem reais. Isso já aconteceu antes.

Hoje já poucos se lembram que em 1979, quando no Irã foi criada uma república islâmica depois do derrube do xá, na Arábia Saudita tiveram lugar processos idênticos. No dia 20 de novembro, 500 extremistas religiosos ocuparam, e mantiveram em seu poder, a Grande Mesquita de Meca, exigindo o derrube da monarquia e a expulsão das companhias ocidentais e dos “infiéis” para fora do país.

Durante o assalto a mesquita foi destruída. Foram decapitados publicamente 63 terroristas, mas um dos suspeitos, um tal Mahrous bin Laden, foi liberado. Já o chefe da operação e da Inteligência Geral príncipe Turki bin Faisal Al Saud propôs a seu irmão Osama que viajasse para o Afeganistão para ajudar os mujahedins…

Trinta e cinco anos depois, os que cresceram com as ideias de Oama bin Laden voltam ameaçando destruir a Grande Mesquita de Meca. Mas agora eles podem fazer muito mais.

Fonte: A Voz da Rússia , Surfando No Assude

Reprodução/thesundaytimes.co.uk
Coreia do Norte enfrenta acusações de canibalismo devido à fome no país

Relatos aterrorizantes de norte-coreanos devorando pessoas para saciar a fome — em alguns casos os próprios filhos — tomaram conta do noticiário internacional nos últimos dias. As informações expõem o desastre humanitário pelo qual o país oriental pode estar enfrentando.

Os primeiros relatos foram publicados no último domingo (27) pelo diário britânico The Sunday Times. O jornal compilou o trabalho de repórteres independentes que foram enviados à Coreia do Norte pela agência de notícias Asia Press, com sede em Osaka, no Japão.

A Asia Press informa que possui uma rede dos chamados “jornalistas-cidadãos” dentro da Coreia do Norte. Os “citizen journalists” (termo em inglês) são pessoas comuns que atuam como jornalistas, coletando informações e produzindo notícias.

De acordo com a reportagem do Sunday Times, um homem foi recentemente fuzilado no país por ter matado e devorado seus dois filhos, no que foi descrito como um "ataque de fome".

O diário informa ainda que a fome teria matado cerca de 10 mil pessoas no país somente em 2012.

Outras histórias similares foram descritas pelos jornalistas-cidadãos. Em um dos casos, um senhor desenterrou o próprio neto e canibalizou o corpo da criança para não morrer de fome.

Uma terceira pessoa, “enlouquecida pela fome”, diz o jornal, ferveu o próprio filho para se alimentar.

As dezenas de entrevistas e relatórios coletados levaram a Asia Press a concluir que, somente em 2012, mais de 10 mil pessoas morreram por causa da fome no país comandado por Kim Jong-un.

A agência de notícias asiática compilou um relatório de 12 páginas com os relatos de canibalismo no país.

Um membro da empresa comentou a situação norte-coreana.

— É particularmente chocante os numerosos testemunhos que nos atingem sobre os casos de canibalismo.

ONU: “Coreia do Norte usa a fome para controlar a população”


A Organização das Nações Unidas detalhou os crimes contra a humanidade que as autoridades da Coreia do Norte (encabeçadas por três gerações dos Kim) perpetraram nas últimas seis décadas. Uma comissão escutou durante o último ano os horripilantes depoimentos em sessões públicas de 80 norte-coreanos desertores e sobreviventes de campos de prisioneiros políticos em Seul, Tóquio, Londres e Washington. O presidente da comissão, o juiz australiano Michael Kirby, lembrou como depois da Segunda Guerra Mundial muitos espantaram, ao se conhecer as atrocidades do nazismo, “Se soubesse, o que ocorria”. “Agora, a comunidade internacional sabe. Saberá. Não há desculpa para não atuar porque não sabíamos”.

A ONU detalha casos concretos das penúrias dos presos em campos de trabalho (por exemplo, famílias inteiras consideradas hostis porque um parente tentou fugir ao sul anos atrás), de gente que mataram de fome, de execuções públicas ou secretas, de sequestros, de desaparecimentos, torturas... Os autores acusam as autoridades norte-coreanas de utilizar "a fome para controlar a população".

O relatório de 400 páginas, apresentado em Genebra nesta manhã, solicita ao Conselho de Segurança que leve as acusações para o Tribunal Penal Internacional. Os especialistas ponderam, no entanto, que é provável que China, o grande aliado de Pyongyang, exerça seu direito ao veto. O relatório será apresentado oficialmente à Comissão de Direitos Humanos das Nações Unidas em Genebra dentro de um mês.

Durante as últimas décadas foram se conhecendo detalhes sobre as atrocidades sistemáticas que o regime dos Kim perpetrou contra seu povo. Eram depoimentos recolhidos por ONGs, ativistas de direitos humanos ou especialistas entre os que fogem do país. A diferença nesta ocasião é que a investigação conta com o aval das Nações Unidas. De todo modo, o juiz Kirby lembrou que a comissão "não é um tribunal nem uma promotoria".

Referencias: Folha de S. Paulo , O Globo

Fontes: R7 , Brasil El País

Coreia do Norte usa a fome para controlar a população

Reprodução/thesundaytimes.co.uk
Coreia do Norte enfrenta acusações de canibalismo devido à fome no país

Relatos aterrorizantes de norte-coreanos devorando pessoas para saciar a fome — em alguns casos os próprios filhos — tomaram conta do noticiário internacional nos últimos dias. As informações expõem o desastre humanitário pelo qual o país oriental pode estar enfrentando.

Os primeiros relatos foram publicados no último domingo (27) pelo diário britânico The Sunday Times. O jornal compilou o trabalho de repórteres independentes que foram enviados à Coreia do Norte pela agência de notícias Asia Press, com sede em Osaka, no Japão.

A Asia Press informa que possui uma rede dos chamados “jornalistas-cidadãos” dentro da Coreia do Norte. Os “citizen journalists” (termo em inglês) são pessoas comuns que atuam como jornalistas, coletando informações e produzindo notícias.

De acordo com a reportagem do Sunday Times, um homem foi recentemente fuzilado no país por ter matado e devorado seus dois filhos, no que foi descrito como um "ataque de fome".

O diário informa ainda que a fome teria matado cerca de 10 mil pessoas no país somente em 2012.

Outras histórias similares foram descritas pelos jornalistas-cidadãos. Em um dos casos, um senhor desenterrou o próprio neto e canibalizou o corpo da criança para não morrer de fome.

Uma terceira pessoa, “enlouquecida pela fome”, diz o jornal, ferveu o próprio filho para se alimentar.

As dezenas de entrevistas e relatórios coletados levaram a Asia Press a concluir que, somente em 2012, mais de 10 mil pessoas morreram por causa da fome no país comandado por Kim Jong-un.

A agência de notícias asiática compilou um relatório de 12 páginas com os relatos de canibalismo no país.

Um membro da empresa comentou a situação norte-coreana.

— É particularmente chocante os numerosos testemunhos que nos atingem sobre os casos de canibalismo.

ONU: “Coreia do Norte usa a fome para controlar a população”


A Organização das Nações Unidas detalhou os crimes contra a humanidade que as autoridades da Coreia do Norte (encabeçadas por três gerações dos Kim) perpetraram nas últimas seis décadas. Uma comissão escutou durante o último ano os horripilantes depoimentos em sessões públicas de 80 norte-coreanos desertores e sobreviventes de campos de prisioneiros políticos em Seul, Tóquio, Londres e Washington. O presidente da comissão, o juiz australiano Michael Kirby, lembrou como depois da Segunda Guerra Mundial muitos espantaram, ao se conhecer as atrocidades do nazismo, “Se soubesse, o que ocorria”. “Agora, a comunidade internacional sabe. Saberá. Não há desculpa para não atuar porque não sabíamos”.

A ONU detalha casos concretos das penúrias dos presos em campos de trabalho (por exemplo, famílias inteiras consideradas hostis porque um parente tentou fugir ao sul anos atrás), de gente que mataram de fome, de execuções públicas ou secretas, de sequestros, de desaparecimentos, torturas... Os autores acusam as autoridades norte-coreanas de utilizar "a fome para controlar a população".

O relatório de 400 páginas, apresentado em Genebra nesta manhã, solicita ao Conselho de Segurança que leve as acusações para o Tribunal Penal Internacional. Os especialistas ponderam, no entanto, que é provável que China, o grande aliado de Pyongyang, exerça seu direito ao veto. O relatório será apresentado oficialmente à Comissão de Direitos Humanos das Nações Unidas em Genebra dentro de um mês.

Durante as últimas décadas foram se conhecendo detalhes sobre as atrocidades sistemáticas que o regime dos Kim perpetrou contra seu povo. Eram depoimentos recolhidos por ONGs, ativistas de direitos humanos ou especialistas entre os que fogem do país. A diferença nesta ocasião é que a investigação conta com o aval das Nações Unidas. De todo modo, o juiz Kirby lembrou que a comissão "não é um tribunal nem uma promotoria".

Referencias: Folha de S. Paulo , O Globo

Fontes: R7 , Brasil El País

Britânico Ray Whelan (esquerda), acusado de chefiar máfia de ingressos na Copa, é preso no Rio de Janeiro
Por Jefferson Puff / Da BBC Brasil no Rio de Janeiro

Horas após a prisão do britânico Raymond Whelan, CEO da Match, empresa parceira da Fifa que detém o direito de venda de ingressos e pacotes da federação, o delegado responsável pelo caso afirmou que pode chamar para depor Phillipe Blatter, sobrinho do presidente de Fifa, Joseph Blatter.

"Não descartamos a possibilidade de chamar Phillip Blatter para prestar depoimento", disse Fabio Barucke, delegado titular da 18ª DP, que é responsável pelo caso da máfia dos ingressos. Phillipe é um dos sócios da Match.

Whelan foi preso após ser acusado de fornecer ilegalmente ingressos de jogos da Copa do Mundo. Ele faria parte de um esquema de comércio ilegal de ingressos que estaria em curso desde antes do início do Mundial no Brasil.

Há suspeitas de que os envolvidos vendiam ingressos de cortesia dados pela Fifa a ONGs, federações e jogadores a preços que poderiam chegar a até R$ 35 mil. A polícia já apreendeu ingressos, máquinas de cartão de crédito, dinheiro e computadores – 12 pessoas já foram presas.

Segundo o inquérito, o grupo teria atuado em quatro Copas e poderia ter levantado até R$ 200 milhões por torneio.
Em comunicado, a FIFA disse que continua colaborando plenamente com as autoridades locais e fornecerá todos os detalhes solicitados para auxiliar nesta investigação em andamento.

"A FIFA gostaria de reiterar a sua posição firme contra qualquer forma de violação da lei criminal e dos regulamentos de emissão de ingressos. A FIFA está apoiando totalmente as autoridades de segurança nos nossos esforços conjuntos para reprimir todas as vendas de ingressos não autorizadas", informa o órgão.

Fofana
Segundo o delegado, Whelan disse ter amizade com o franco-argelino Mohamadou Lamine Fofana, que seria um dos suspeitos de chefiar a quadrilha.

Ele foi preso na semana passada em um apartamento do ex-jogador Junior Baiano, na Barra da Tijuca.

Whelan, segundo o delegado, negou que tivesse feito negociações ilegais para Fofana. "O que não se sustenta (a negação de Whelan) porque temos muitas evidências que provam o contrário", disse o delegado.
Prisão ocorreu no Copacabana Palace
Questionado sobre o papel de Whelan como chefe da quadrilha, o delegado hesitou. "Nessa altura não dá pra falar nisso. Ele é o facilitador dos ingressos, é um elo importante entre a quadrilha e Fifa."

Barucke também adiantou que o suspeito dormirá na delegacia e que ainda não se sabe se deporá ou não na manhã desta terça-feira. Caso seus advogados decidam pelo depoimento, ele será ouvido às 9h na Polinter.

Diogo Malan, um dos advogados de Whelan, disse que ainda não havia pedido o habeas corpus de seu cliente e que não poderia confirmar se ele irá depor nesta terça.

Segundo o delegado, há divergências entre os advogados do britânico.

Barucke confirmou ainda que o britânico será acusado pelo artigo 41 do estatuto do torcedor, ou seja, fornecimento ilegal de ingressos para cambismo, que daria até 4 anos de prisão, além de associação criminosa.

Atlanta
Whelan disse, segundo o delegado, que a Match vendeu ingressos para a empresa de Fofana, a Atlanta Sportif, mas de maneira totalmente legal.

Mais cedo, a Match Hospitality anunciou que iria bloquear os pacotes vendidos para a Atlanta Sportif, que incluem reserva em hotéis e ingressos vip, e para outras três empresas.

"Em decorrência da prisão de Lamine Fofana, CEO da Atlanta Sportif, por ligação com revenda ilegal [de ingressos], a Match Hospitality está cancelando todos os pacotes de hospitalidade comprados pela Atlanta Sportif para os jogos remanescentes", disse a empresa, em nota.

As outras companhias são: Reliance Industries Ltd, Jet Set Sports e Padmodzi.

Ajuda internacional
Investigadores da polícia civil haviam revelado mais cedo nesta segunda-feira que a polícia tem recebido ligações de vários países oferecendo ajuda nas investigações e dizendo que a Match já estava no radar dessas polícias.
Segundo eles, foram apreendidos no quarto de Whelan telefones e 100 ingressos. A polícia pediu imagens do circuito interno do Copacabana Palace, hotel onde ele estava hospedado e local onde a prisão ocorreu.

Barucke disse ainda que outras sete pessoas devem ser presas nos próximos dias e que várias outras estão sendo investigadas.

Fontes: BBC Brasil , Soanata Reportagens

Panorama Copa: Máfia dos ingressos: sobrinho de Blatter pode ser chamado a depor

Britânico Ray Whelan (esquerda), acusado de chefiar máfia de ingressos na Copa, é preso no Rio de Janeiro
Por Jefferson Puff / Da BBC Brasil no Rio de Janeiro

Horas após a prisão do britânico Raymond Whelan, CEO da Match, empresa parceira da Fifa que detém o direito de venda de ingressos e pacotes da federação, o delegado responsável pelo caso afirmou que pode chamar para depor Phillipe Blatter, sobrinho do presidente de Fifa, Joseph Blatter.

"Não descartamos a possibilidade de chamar Phillip Blatter para prestar depoimento", disse Fabio Barucke, delegado titular da 18ª DP, que é responsável pelo caso da máfia dos ingressos. Phillipe é um dos sócios da Match.

Whelan foi preso após ser acusado de fornecer ilegalmente ingressos de jogos da Copa do Mundo. Ele faria parte de um esquema de comércio ilegal de ingressos que estaria em curso desde antes do início do Mundial no Brasil.

Há suspeitas de que os envolvidos vendiam ingressos de cortesia dados pela Fifa a ONGs, federações e jogadores a preços que poderiam chegar a até R$ 35 mil. A polícia já apreendeu ingressos, máquinas de cartão de crédito, dinheiro e computadores – 12 pessoas já foram presas.

Segundo o inquérito, o grupo teria atuado em quatro Copas e poderia ter levantado até R$ 200 milhões por torneio.
Em comunicado, a FIFA disse que continua colaborando plenamente com as autoridades locais e fornecerá todos os detalhes solicitados para auxiliar nesta investigação em andamento.

"A FIFA gostaria de reiterar a sua posição firme contra qualquer forma de violação da lei criminal e dos regulamentos de emissão de ingressos. A FIFA está apoiando totalmente as autoridades de segurança nos nossos esforços conjuntos para reprimir todas as vendas de ingressos não autorizadas", informa o órgão.

Fofana
Segundo o delegado, Whelan disse ter amizade com o franco-argelino Mohamadou Lamine Fofana, que seria um dos suspeitos de chefiar a quadrilha.

Ele foi preso na semana passada em um apartamento do ex-jogador Junior Baiano, na Barra da Tijuca.

Whelan, segundo o delegado, negou que tivesse feito negociações ilegais para Fofana. "O que não se sustenta (a negação de Whelan) porque temos muitas evidências que provam o contrário", disse o delegado.
Prisão ocorreu no Copacabana Palace
Questionado sobre o papel de Whelan como chefe da quadrilha, o delegado hesitou. "Nessa altura não dá pra falar nisso. Ele é o facilitador dos ingressos, é um elo importante entre a quadrilha e Fifa."

Barucke também adiantou que o suspeito dormirá na delegacia e que ainda não se sabe se deporá ou não na manhã desta terça-feira. Caso seus advogados decidam pelo depoimento, ele será ouvido às 9h na Polinter.

Diogo Malan, um dos advogados de Whelan, disse que ainda não havia pedido o habeas corpus de seu cliente e que não poderia confirmar se ele irá depor nesta terça.

Segundo o delegado, há divergências entre os advogados do britânico.

Barucke confirmou ainda que o britânico será acusado pelo artigo 41 do estatuto do torcedor, ou seja, fornecimento ilegal de ingressos para cambismo, que daria até 4 anos de prisão, além de associação criminosa.

Atlanta
Whelan disse, segundo o delegado, que a Match vendeu ingressos para a empresa de Fofana, a Atlanta Sportif, mas de maneira totalmente legal.

Mais cedo, a Match Hospitality anunciou que iria bloquear os pacotes vendidos para a Atlanta Sportif, que incluem reserva em hotéis e ingressos vip, e para outras três empresas.

"Em decorrência da prisão de Lamine Fofana, CEO da Atlanta Sportif, por ligação com revenda ilegal [de ingressos], a Match Hospitality está cancelando todos os pacotes de hospitalidade comprados pela Atlanta Sportif para os jogos remanescentes", disse a empresa, em nota.

As outras companhias são: Reliance Industries Ltd, Jet Set Sports e Padmodzi.

Ajuda internacional
Investigadores da polícia civil haviam revelado mais cedo nesta segunda-feira que a polícia tem recebido ligações de vários países oferecendo ajuda nas investigações e dizendo que a Match já estava no radar dessas polícias.
Segundo eles, foram apreendidos no quarto de Whelan telefones e 100 ingressos. A polícia pediu imagens do circuito interno do Copacabana Palace, hotel onde ele estava hospedado e local onde a prisão ocorreu.

Barucke disse ainda que outras sete pessoas devem ser presas nos próximos dias e que várias outras estão sendo investigadas.

Fontes: BBC Brasil , Soanata Reportagens

Estádio foi feito para desenvolver a "Cidade da Copa" em São Lourenço da Mata, mas nada saiu do papel
Por Renata Mendonça e Júlia Dias Carneiro Da BBC Brasil, em Recife

"Eu tinha construído o meu futuro, que era a minha casa, com muito esforço. E, de repente, eles vêm e fazem uma derrota dessas com a gente. Derrubaram o que era nosso sem dar nosso direito."

Jerônimo Sebastião de Oliveira, de 72 anos, é um dos afetados pelas desapropriações para a Copa do Mundo realizadas em Camaragibe, na região metropolitana de Recife. A área será usada para a construção de duas obras de mobilidade urbana do governo de Pernambuco: o Terminal Integrado de Camaragibe e o Ramal da Copa - ambos serviriam para facilitar o acesso à Arena Pernambuco, palco de cinco jogos do Mundial. Os moradores foram removidos, mas nenhuma das duas obras foi concluída.

A reclamação de seu Jerônimo é a mesma de muitas outras famílias que também tiveram que deixar suas casas na região por conta das obras da Copa. Eles dizem ter recebido do governo pernambucano uma indenização muito abaixo do valor de mercado dos seus imóveis e, com isso, estão tendo que morar de aluguel ou de favor.

"Não deu nem a metade do valor [do imóvel]. Então não dá para comprar uma casa. Estou morando de favor com uma sobrinha, e ela está cobrando 400 reais de aluguel. E mesmo assim, ela já está pedindo a casa. Não tenho para onde ir", disse Jerônimo à BBC Brasil.

A casa dele ficava no Loteamento São Francisco, uma área que teve mais de cem desapropriações para a Copa. Em nome do governo pernambucano, a Procuradoria Geral do Estado foi a responsável por cuidar da questão e, para isso, criou a Secretaria das Desapropriações. Foram representantes da Secretaria que procuraram os moradores, avaliaram os terrenos e propuseram a indenização que seria paga assim que eles deixassem o imóvel.

O valor oferecido, porém, foi o que desagradou as famílias desapropriadas e as que não concordavam com a proposta tinham a opção de recorrer à Defensoria Pública - muitas estão brigando na Justiça até agora por uma indenização que consideram mais justa.

"Somos agentes públicos, as indenizações são pagas por dinheiro público e existe uma norma técnica para fazer avaliação do imóvel, tem parâmetros de engenharia para avaliar o valor", explicou o Procurador Geral do Estado, Thiago Arraes de Alencar Norões, à BBC Brasil.

Seu Jerônimo perdeu o braço em um acidente de trabalho e, com a indenização, reformou sua casa

"Tem margem para negociação, mas, se eu pagar R$ 10 mil para um imóvel que vale R$ 2 mil, eu vou preso. Quem fez acordo, já recebeu o dinheiro."

Desentendimentos

Segundo o Procurador, as indenizações pagas às famílias desapropriadas variaram de R$ 3 mil a R$ 300 mil, dependendo da avaliação do terreno e regularização do imóvel. "Tem um relatório completo das desapropriações. A gente tinha orçado uma despesa total de R$ 100 milhões e acabou gastando cerca de R$ 90 milhões."

O grande problema para o pagamento de indenizações tão baixas - como as de R$3 mil - foi a situação irregular de alguns proprietários. O governo alega que muitos deles não tinham a documentação completa do imóvel ou ainda tinham a casa no nome de alguém da família já falecido.

"Se você tem uma casinha modesta em um terreno de que não é dono, vai receber de R$ 15 a 20 mil. E a gente procura ser o mais favorável ao desapropriado possível", disso o procurador geral Thiago Norões.

"Em São Francisco, a gente ajudou a regularizar alguns terrenos até para que o valor fosse maior."

Do outro lado, alguns moradores de Camaragibe alegam que estavam com a documentação regularizada dos seus imóveis e, mesmo assim, dizem ter recebido um valor baixo demais de indenização. É o caso de Jerônimo, que morava há 40 anos na região.

"Eu tinha todos os documentos. Registro de imóvel, escritura, IPTU, declaração do terreno de posse, de tudo eu tinha", contou.

"Quando eu comprei, a casa era pequena. Mas depois fui ampliando. Tirei pedra de dentro do rio com um braço só para melhorar a situação de minha casa. Botei laje. Investi no meu futuro. Mas o esforço foi perdido, porque todo o dinheiro foi por água abaixo", lamentou.

Jerônimo contou que recebeu pouco mais de R$ 30 mil, equivalentes a 80% da indenização a que tinha direito, e entrou na Justiça para reivindicar um pagamento maior. No total, o valor que o Estado propôs a ele não chegou a R$ 50 mil - o preço de um imóvel similar na mesma região em Camaragibe variaria de R$ 100 mil a R$ 200 mil, segundo ele.

Problemas

A Procuradoria Geral do Estado reconheceu que houve problemas nas desapropriações realizadas em Recife e na região metropolitana da capital e admitiu que "aprendeu com alguns erros".

"Algumas pessoas ficaram em situações difíceis. Nessa fase final, estamos tentando dar um atendimento psicossocial maior. A gente aprendeu e, nas próximas intervenções, vamos ter que corrigir alguns procedimentos", disse o procurador.

Para ele, a principal dificuldade nas desapropriações para a Copa foi o fato de elas terem sido feitas sem uma política habitacional adequada. "O problema é que as políticas públicas são feitas ao contrário. Você tem a Copa e tem que fazer uma série de intervenções na cidade-sede. Mas não tem uma política habitacional que resolva, que dê moradia às pessoas que vão ser removidas por essas obras", explicou.

"Antes de fazer as intervenções na parte urbanística, já tem que pensar em onde colocar as pessoas antes de tirar."

Andando pela região de Camaragibe onde os moradores foram desapropriados, é possível ver que ainda falta muito para as obras ficarem prontas. A reportagem da BBC Brasil esteve lá no início do mês e constatou que as casas já caíram por terra, mas o asfalto do Ramal da Copa ainda não chegou. O projeto do Terminal Integrado de Camaragibe também está em fase inicial e já foi adiado para ser entregue somente após o Mundial.

Segundo relatos de alguns moradores, muitos dos "removidos da Copa" na região voltam frequentemente para conferir o que foi feito no lugar de suas casas. A decepção aumenta quando veem que as obras ainda não saíram do papel.

"Lá onde era a minha casa? Só tem barro. Até o riacho que tinha, o canal que tinha, desmancharam tudo, acabaram com tudo", diz seu Jerônimo.

Desapropriações na Copa

O problema das desapropriações para a Copa não foi exclusivo de Recife. Segundo a apuração da Associação Nacional dos Comitês Populares da Copa (Ancop), as 12 cidades-sede registraram centenas de remoções, mas em poucos casos foi dado a devida assistência aos removidos.

O Terminal Integrado Cosme e Damião facilitará o acesso ao estádio; governo promete obras prontas em maio
A relatora da ONU (Organização das Nações Unidas) para moradia adequada, Raquel Rolnik, visitou as cidades brasileiras que receberão a Copa do Mundo e também constatou irregularidades nas desapropriações.

"O direito à moradia adequada tem sido violado em praticamente todos os casos de remoção. O padrão é a completa falta de diálogo e transparência com as comunidades e pessoas afetadas", contou à BBC Brasil.

"E quando se paga indenização ou um auxílio-aluguel, os valores são totalmente insuficientes para custear uma nova moradia. De acordo com as leis internacionais sobre este direito, uma pessoa jamais pode ser colocada em situação de moradia pior que a anterior. Mas é o que tem ocorrido."

A BBC Brasil procurou o governo federal para um posicionamento a respeito das críticas da relatora e do próprio governo de Pernambuco - que citou a falta de políticas habitacionais para resolver o problema.

Segundo a Secretaria de Comunicação (Secom) do Executivo, a responsabilidade pelas desapropriações da Copa ficou com os governos municipais e estaduais e não teve interferência federal. Além disso, a Secom ressaltou que o governo federal oferece políticas habitacionais efetivas como o "Minha Casa, Minha Vida", que foram criadas antes do Mundial e permanecerão depois dele.

*Nota da redação: Após a publicação dessa reportagem, soubemos que Seu Jerônimo comprou um barraco na região por R$20 mil e está morando com sua família (mulher e filho) em uma casa bem abaixo do padrão que estava acostumado. Ele aguarda o pagamento do restante da indenização para construir mais um cômodo e ter condições dignas de moradia.

Fonte: BBC Brasil
A relatora da ONU (Organização das Nações Unidas) para moradia adequada, Raquel Rolnik, visitou as cidades brasileiras que receberão a Copa do Mundo e também constatou irregularidades nas desapropriações.

Panorama Copa:Desapropriados pela Copa ainda esperam indenização 'justa' em PE

Estádio foi feito para desenvolver a "Cidade da Copa" em São Lourenço da Mata, mas nada saiu do papel
Por Renata Mendonça e Júlia Dias Carneiro Da BBC Brasil, em Recife

"Eu tinha construído o meu futuro, que era a minha casa, com muito esforço. E, de repente, eles vêm e fazem uma derrota dessas com a gente. Derrubaram o que era nosso sem dar nosso direito."

Jerônimo Sebastião de Oliveira, de 72 anos, é um dos afetados pelas desapropriações para a Copa do Mundo realizadas em Camaragibe, na região metropolitana de Recife. A área será usada para a construção de duas obras de mobilidade urbana do governo de Pernambuco: o Terminal Integrado de Camaragibe e o Ramal da Copa - ambos serviriam para facilitar o acesso à Arena Pernambuco, palco de cinco jogos do Mundial. Os moradores foram removidos, mas nenhuma das duas obras foi concluída.

A reclamação de seu Jerônimo é a mesma de muitas outras famílias que também tiveram que deixar suas casas na região por conta das obras da Copa. Eles dizem ter recebido do governo pernambucano uma indenização muito abaixo do valor de mercado dos seus imóveis e, com isso, estão tendo que morar de aluguel ou de favor.

"Não deu nem a metade do valor [do imóvel]. Então não dá para comprar uma casa. Estou morando de favor com uma sobrinha, e ela está cobrando 400 reais de aluguel. E mesmo assim, ela já está pedindo a casa. Não tenho para onde ir", disse Jerônimo à BBC Brasil.

A casa dele ficava no Loteamento São Francisco, uma área que teve mais de cem desapropriações para a Copa. Em nome do governo pernambucano, a Procuradoria Geral do Estado foi a responsável por cuidar da questão e, para isso, criou a Secretaria das Desapropriações. Foram representantes da Secretaria que procuraram os moradores, avaliaram os terrenos e propuseram a indenização que seria paga assim que eles deixassem o imóvel.

O valor oferecido, porém, foi o que desagradou as famílias desapropriadas e as que não concordavam com a proposta tinham a opção de recorrer à Defensoria Pública - muitas estão brigando na Justiça até agora por uma indenização que consideram mais justa.

"Somos agentes públicos, as indenizações são pagas por dinheiro público e existe uma norma técnica para fazer avaliação do imóvel, tem parâmetros de engenharia para avaliar o valor", explicou o Procurador Geral do Estado, Thiago Arraes de Alencar Norões, à BBC Brasil.

Seu Jerônimo perdeu o braço em um acidente de trabalho e, com a indenização, reformou sua casa

"Tem margem para negociação, mas, se eu pagar R$ 10 mil para um imóvel que vale R$ 2 mil, eu vou preso. Quem fez acordo, já recebeu o dinheiro."

Desentendimentos

Segundo o Procurador, as indenizações pagas às famílias desapropriadas variaram de R$ 3 mil a R$ 300 mil, dependendo da avaliação do terreno e regularização do imóvel. "Tem um relatório completo das desapropriações. A gente tinha orçado uma despesa total de R$ 100 milhões e acabou gastando cerca de R$ 90 milhões."

O grande problema para o pagamento de indenizações tão baixas - como as de R$3 mil - foi a situação irregular de alguns proprietários. O governo alega que muitos deles não tinham a documentação completa do imóvel ou ainda tinham a casa no nome de alguém da família já falecido.

"Se você tem uma casinha modesta em um terreno de que não é dono, vai receber de R$ 15 a 20 mil. E a gente procura ser o mais favorável ao desapropriado possível", disso o procurador geral Thiago Norões.

"Em São Francisco, a gente ajudou a regularizar alguns terrenos até para que o valor fosse maior."

Do outro lado, alguns moradores de Camaragibe alegam que estavam com a documentação regularizada dos seus imóveis e, mesmo assim, dizem ter recebido um valor baixo demais de indenização. É o caso de Jerônimo, que morava há 40 anos na região.

"Eu tinha todos os documentos. Registro de imóvel, escritura, IPTU, declaração do terreno de posse, de tudo eu tinha", contou.

"Quando eu comprei, a casa era pequena. Mas depois fui ampliando. Tirei pedra de dentro do rio com um braço só para melhorar a situação de minha casa. Botei laje. Investi no meu futuro. Mas o esforço foi perdido, porque todo o dinheiro foi por água abaixo", lamentou.

Jerônimo contou que recebeu pouco mais de R$ 30 mil, equivalentes a 80% da indenização a que tinha direito, e entrou na Justiça para reivindicar um pagamento maior. No total, o valor que o Estado propôs a ele não chegou a R$ 50 mil - o preço de um imóvel similar na mesma região em Camaragibe variaria de R$ 100 mil a R$ 200 mil, segundo ele.

Problemas

A Procuradoria Geral do Estado reconheceu que houve problemas nas desapropriações realizadas em Recife e na região metropolitana da capital e admitiu que "aprendeu com alguns erros".

"Algumas pessoas ficaram em situações difíceis. Nessa fase final, estamos tentando dar um atendimento psicossocial maior. A gente aprendeu e, nas próximas intervenções, vamos ter que corrigir alguns procedimentos", disse o procurador.

Para ele, a principal dificuldade nas desapropriações para a Copa foi o fato de elas terem sido feitas sem uma política habitacional adequada. "O problema é que as políticas públicas são feitas ao contrário. Você tem a Copa e tem que fazer uma série de intervenções na cidade-sede. Mas não tem uma política habitacional que resolva, que dê moradia às pessoas que vão ser removidas por essas obras", explicou.

"Antes de fazer as intervenções na parte urbanística, já tem que pensar em onde colocar as pessoas antes de tirar."

Andando pela região de Camaragibe onde os moradores foram desapropriados, é possível ver que ainda falta muito para as obras ficarem prontas. A reportagem da BBC Brasil esteve lá no início do mês e constatou que as casas já caíram por terra, mas o asfalto do Ramal da Copa ainda não chegou. O projeto do Terminal Integrado de Camaragibe também está em fase inicial e já foi adiado para ser entregue somente após o Mundial.

Segundo relatos de alguns moradores, muitos dos "removidos da Copa" na região voltam frequentemente para conferir o que foi feito no lugar de suas casas. A decepção aumenta quando veem que as obras ainda não saíram do papel.

"Lá onde era a minha casa? Só tem barro. Até o riacho que tinha, o canal que tinha, desmancharam tudo, acabaram com tudo", diz seu Jerônimo.

Desapropriações na Copa

O problema das desapropriações para a Copa não foi exclusivo de Recife. Segundo a apuração da Associação Nacional dos Comitês Populares da Copa (Ancop), as 12 cidades-sede registraram centenas de remoções, mas em poucos casos foi dado a devida assistência aos removidos.

O Terminal Integrado Cosme e Damião facilitará o acesso ao estádio; governo promete obras prontas em maio
A relatora da ONU (Organização das Nações Unidas) para moradia adequada, Raquel Rolnik, visitou as cidades brasileiras que receberão a Copa do Mundo e também constatou irregularidades nas desapropriações.

"O direito à moradia adequada tem sido violado em praticamente todos os casos de remoção. O padrão é a completa falta de diálogo e transparência com as comunidades e pessoas afetadas", contou à BBC Brasil.

"E quando se paga indenização ou um auxílio-aluguel, os valores são totalmente insuficientes para custear uma nova moradia. De acordo com as leis internacionais sobre este direito, uma pessoa jamais pode ser colocada em situação de moradia pior que a anterior. Mas é o que tem ocorrido."

A BBC Brasil procurou o governo federal para um posicionamento a respeito das críticas da relatora e do próprio governo de Pernambuco - que citou a falta de políticas habitacionais para resolver o problema.

Segundo a Secretaria de Comunicação (Secom) do Executivo, a responsabilidade pelas desapropriações da Copa ficou com os governos municipais e estaduais e não teve interferência federal. Além disso, a Secom ressaltou que o governo federal oferece políticas habitacionais efetivas como o "Minha Casa, Minha Vida", que foram criadas antes do Mundial e permanecerão depois dele.

*Nota da redação: Após a publicação dessa reportagem, soubemos que Seu Jerônimo comprou um barraco na região por R$20 mil e está morando com sua família (mulher e filho) em uma casa bem abaixo do padrão que estava acostumado. Ele aguarda o pagamento do restante da indenização para construir mais um cômodo e ter condições dignas de moradia.

Fonte: BBC Brasil
A relatora da ONU (Organização das Nações Unidas) para moradia adequada, Raquel Rolnik, visitou as cidades brasileiras que receberão a Copa do Mundo e também constatou irregularidades nas desapropriações.

Autoridades da Grande São Paulo já registraram diversos casos de ataques a ônibus no início da noite desta terça-feira (8), após a derrota da Seleção diante da Alemanha por 7 a 1, na semifinal da Copa do Mundo. A Polícia Militar informou ainda um relato de saque à uma loja do Ponto Frio na zona sul da capital paulista.

O grande foco de ataque a ônibus aconteceu em uma garagem na Rua Manuel Pinto Guedes, no Jardim São Luiz. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) disse que os oito veículos destruídos já estavam desativados. Não há informações sobre feridos ou presos. Outros incêndios foram vistos em Osasco e Guaianases, Sapopemba.

Violência em BH

Pelo menos cinco pessoas foram detidas em Belo Horizonte. De acordo com informações da Polícia Militar, quatro pessoas foram presas por queimarem uma bandeira do Brasil ainda no intervalo da partida, o que é crime. Um torcedor foi preso por desacatar policiais ao fim da partida.

Na Savassi, principal ponto de encontro de torcedores ao longo de toda a Copa do Mundo na cidade, houve princípios de quebra-quebra e garrafas quebradas. Alguns torcedores, com ânimos mais acirrados, atiraram pedras na PM, o que fez com que a corporação reforçasse o efetivo nas imediações. Porém a região já estava vazia antes mesmo do apito final.

Nos bairros da região Centro-Sul, houve foguetório durante os gols da Alemanha no segundo tempo. Na Fan Fest, no Expominas, quem ficou vibrou com cada gol da seleção alemã. A maior parte da torcida, no entanto, abandonou o espaço ainda no primeiro tempo ou durante o intervalo.

O clima também era tranquilo na saída do Mineirão, apesar da tristeza generalizada. A PM reforçou o efetivo nas avenidas Antônio Carlos e Catalão, principais acessos entre a Pampulha e o Centro. Até o momento não houveram tumultos registrados no entorno do estádio.

Brasília

Em Brasília, a Polícia Militar do Distrito Federal prendeu nesta terça um homem que quebrou um televisor da Rodoviária do Plano Piloto. O incidente ocorreu depois da derrota da seleção brasileira. Segundo informações da Coordenadoria de Comunicação para a Copa (ComCopa) do Governo do Distrito Federal, o envolvido nesse caso está detido na 2ª Delegacia de Polícia, na Asa Norte. A ocorrência está em andamento.

De acordo com informações fornecidas pela ComCopa, a Secretaria de Segurança do DF informa que até este momento a cidade está tranquila, sem registro de ocorrências de destaque.

Segurança reforçada

O ministro-chefe da Secretaria Geral, Gilberto Carvalho, disse ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, que o governo federal está reforçando a segurança em Belo Horizonte, no Rio de Janeiro e em São Paulo, como prevenção a eventuais manifestações violentas após a derrota do Brasil para a Alemanha por 7 a 1.

De acordo com Carvalho, o governo está mapeando onde há manifestações para aumentar o efetivo de homens das forças de segurança pública para evitar maiores problemas.

O ministro pediu "bom senso" aos manifestantes e cabeça fria, lembrando que a Copa continua e que tudo está correndo muito bem.

Fonte: Yahoo , Lado Oculto Nova Ordem Mundial , Notícia Final , Libertar

Panorama Copa: Reinicio do CAOS - Derrota da Seleção motiva distúrbios e violência pelo país

Autoridades da Grande São Paulo já registraram diversos casos de ataques a ônibus no início da noite desta terça-feira (8), após a derrota da Seleção diante da Alemanha por 7 a 1, na semifinal da Copa do Mundo. A Polícia Militar informou ainda um relato de saque à uma loja do Ponto Frio na zona sul da capital paulista.

O grande foco de ataque a ônibus aconteceu em uma garagem na Rua Manuel Pinto Guedes, no Jardim São Luiz. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) disse que os oito veículos destruídos já estavam desativados. Não há informações sobre feridos ou presos. Outros incêndios foram vistos em Osasco e Guaianases, Sapopemba.

Violência em BH

Pelo menos cinco pessoas foram detidas em Belo Horizonte. De acordo com informações da Polícia Militar, quatro pessoas foram presas por queimarem uma bandeira do Brasil ainda no intervalo da partida, o que é crime. Um torcedor foi preso por desacatar policiais ao fim da partida.

Na Savassi, principal ponto de encontro de torcedores ao longo de toda a Copa do Mundo na cidade, houve princípios de quebra-quebra e garrafas quebradas. Alguns torcedores, com ânimos mais acirrados, atiraram pedras na PM, o que fez com que a corporação reforçasse o efetivo nas imediações. Porém a região já estava vazia antes mesmo do apito final.

Nos bairros da região Centro-Sul, houve foguetório durante os gols da Alemanha no segundo tempo. Na Fan Fest, no Expominas, quem ficou vibrou com cada gol da seleção alemã. A maior parte da torcida, no entanto, abandonou o espaço ainda no primeiro tempo ou durante o intervalo.

O clima também era tranquilo na saída do Mineirão, apesar da tristeza generalizada. A PM reforçou o efetivo nas avenidas Antônio Carlos e Catalão, principais acessos entre a Pampulha e o Centro. Até o momento não houveram tumultos registrados no entorno do estádio.

Brasília

Em Brasília, a Polícia Militar do Distrito Federal prendeu nesta terça um homem que quebrou um televisor da Rodoviária do Plano Piloto. O incidente ocorreu depois da derrota da seleção brasileira. Segundo informações da Coordenadoria de Comunicação para a Copa (ComCopa) do Governo do Distrito Federal, o envolvido nesse caso está detido na 2ª Delegacia de Polícia, na Asa Norte. A ocorrência está em andamento.

De acordo com informações fornecidas pela ComCopa, a Secretaria de Segurança do DF informa que até este momento a cidade está tranquila, sem registro de ocorrências de destaque.

Segurança reforçada

O ministro-chefe da Secretaria Geral, Gilberto Carvalho, disse ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, que o governo federal está reforçando a segurança em Belo Horizonte, no Rio de Janeiro e em São Paulo, como prevenção a eventuais manifestações violentas após a derrota do Brasil para a Alemanha por 7 a 1.

De acordo com Carvalho, o governo está mapeando onde há manifestações para aumentar o efetivo de homens das forças de segurança pública para evitar maiores problemas.

O ministro pediu "bom senso" aos manifestantes e cabeça fria, lembrando que a Copa continua e que tudo está correndo muito bem.

Fonte: Yahoo , Lado Oculto Nova Ordem Mundial , Notícia Final , Libertar


Corrupção? Dinheiro de iniciativa Privada? Superfaturamentos?


Separamos abaixo alguns links sobre copa do mundo 2014, esta copa o Brasil já perdeu.


Fontes e links úteis:

Livro: “A Copa como ela é” – Jamil Chade

- PREPARANDO O TERRENO
Comédia da iniciativa privada e outras histórias.http://deolhonacopa.ig.com.br/index.php/2013/11/26/a-comedia-da-iniciativa-privada-e-outras-historias/>> 

O dinheiro da Copa e o silêncio dos inocentes. http://josecruz.blogosfera.uol.com.br/2012/11/o-dinheiro-da-copa-e-o-silencio-dos-inocentes/

Lula assina garantias à Copa 2014 e conta com iniciativa privada. http://noticias.uol.com.br/ultnot/reuters/2007/06/15/ult27u61702.jhtm

- DINHEIRO DA INICIATIVA “PRIVADA”
O presidente da CBF diz que ainda não sabe quanto custará a Copa de 2014, mas garante que os cofres públicos não vão colocar nem um centavo. http://veja.abril.com.br/141107/entrevista.shtml

Ministro diz que governo não investirá em estádios para Copa-2014. http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2007/11/349810-ministro-diz-que-governo-nao-investira-em-estadios-para-copa-2014.shtml

Custo dos estádios da Copa chegará a R$ 8,9 bilhões. http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,custo-dos-estadios-da-copa-chegara-a-r-8-9-bilhoes,1123435,0.htm

- ESTÁDIOS MAIS CAROS DO MUNDO
Copa levará o Brasil a ter os estádios de futebol mais caros do mundo. http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,copa-levara-o-brasil-a-ter-os-estadios-de-futebol-mais-caros-do-mundo,1108986,0.htm

Estudo põe 10 estádios da Copa entre os mais caros, mas Ministério contesta. http://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-mundo/noticia/2013/12/estudo-diz-que-10-estadios-da-copa-estao-entre-os-mais-caros-do-mundo.html

“A Copa como ela é” – Entrevista com Jamil Chade. http://exame.abril.com.br/rede-de-blogs/brasil-no-mundo/2014/04/01/a-copa-como-ela-e-entrevista-com-jamil-chade/

Copa do Mundo no Brasil custará mais que o dobro da africana. http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2010/02/695102-copa-do-mundo-no-brasil-custara-mais-que-o-dobro-da-africana.shtml

- ELEFANTES BRANCOS
Quatro dos 12 estádios da Copa podem ser ‘elefantes brancos’ após torneio, diz estudo. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2012/10/24/quatro-dos-12-estadios-da-copa-devem-ser-elefantes-brancos-apos-torneio-diz-estudo.htm

A construção de elefantes brancos para a Copa do Mundo. http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/1027/noticias/a-construcao-de-elefantes-brancos-para-a-copa-do-mundo?page=2

Para analista, grande parte dos estádios brasileiros em obra desconsidera a quantidade do público pós-Copa. http://infraestruturaurbana.pini.com.br/solucoes-tecnicas/22/para-analista-grande-parte-dos-estadios-brasileiros-em-obra-desconsidera-275071-1.aspx

Público de todo Amazonense não encheria nova arena. http://www.lancenet.com.br/minuto/Publico-amazonense-encheria-arena_0_496750520.html

Cruzeiro teve melhor média de público no ano de 2013. Santa Cruz e Remo tiveram ótimos resultados, em detrimento de Santos, Botafogo e Inter. http://placar.abril.com.br/materia/cruzeiro-teve-melhor-media-de-publico-no-ano-de-2013

Paysandu agora tem a quinta melhor média de público da Série B. http://globoesporte.globo.com/pa/futebol/times/paysandu/noticia/2013/11/paysandu-agora-tem-quinta-melhor-media-de-publico-da-serie-b.html

Estádio da Copa em Manaus pode virar centro de triagem para presos  http://oglobo.globo.com/esportes/copa-2014/estadio-da-copa-em-manaus-pode-virar-centro-de-triagem-para-presos-10176434

Desembargador sugere que Arena da Amazônia abrigue presos provisórios http://globoesporte.globo.com/am/noticia/2013/09/desembargador-sugere-que-arena-da-amazonia-abrigue-presos-provisorios.html

Desembargador sugere usar estádio de Manaus para triagem de presos http://jornalggn.com.br/noticia/desembargador-sugere-usar-estadio-de-manaus-para-triagem-de-presos

- DOAÇÕES DE EMPREITEIRAS
PT recebeu mais doações que PSDB, PMDB e PSB juntos. Grandes construtoras dominaram o ranking dos maiores financiadores do PT em 2013. http://noticias.terra.com.br/brasil/politica/,0f09498090e06410VgnVCM3000009af154d0RCRD.html

Pela primeira vez, eleitores podem consultar lista de doadores antes das eleições  http://www.tse.jus.br/noticias-tse/2012/Agosto/pela-primeira-vez-eleitores-podem-consultar-lista-de-doadores-antes-das-eleicoes

Empreiteiras lideram ranking de doação privada
http://www.estadao.com.br/noticias/politica,empreiteiras-lideram-ranking-de-doacao-privada,930787,0.htm

- O DINHEIRO FÁCIL DO BNDES
Lula autoriza BNDES a financiar obras de estádios para a Copa de 2014 http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL1356976-9842,00-LULA+AUTORIZA+BNDES+A+FINANCIAR+OBRAS+DE+ESTADIOS+PARA+A+COPA+DE.html

Lula autoriza empréstimo do BNDES para estádios da Copa http://www.portal2014.org.br/noticias/1480/LULA+AUTORIZA+EMPRESTIMO+DO+BNDES+PARA+ESTADIOS+DA+COPA.html

Estádios da copa já prevêem verbas do BNDES.http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk0508200909.htm

Corinthians abre Itaquerão sem ter como bancá-lo. http://www1.folha.uol.com.br/esporte/folhanacopa/2014/05/1452302-corinthians-abre-itaquerao-sem-ter-como-banca-lo.shtml

Dinheiro público no Itaquerão chega a R$ 581 mi, mais que o custo de seis estádios da Copa. http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2012/01/28/dinheiro-publico-no-itaquerao-chega-a-r-581-mi-mais-que-o-custo-de-seis-estadios-da-copa.htm

O PAPEL DO BNDES NO FINANCIAMENTO DA DA ECONOMIA BRASILEIRA. https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=13&ved=0CEYQFjACOAo&url=http%3A%2F%2Fwww.bmaiscompet.com.br%2Fdownload_arquivos.asp%3Fid_arquivo%3D28255D94-FCC0-4CDA-B98E-02CB8ADEA30F&ei=qNdyU5aDAYrPsAToqoCgCg&usg=AFQjCNF_1fXhapZmPQHoLpERbW21GucH_Q

O Tesouro e o BNDES: prejuízo fiscal e retorno duvidoso. http://veja.abril.com.br/noticia/economia/o-tesouro-e-o-bndes-endividamento-saudavel

Os subsídios do BNDES. http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,os-subsidios-do-bndes,1144055,0.htm

Tesouro emite mais R$ 36 bilhões para o BNDES e concluiu sua capitalização. http://g1.globo.com/Noticias/Economia_Negocios/0,,MUL1315356-9356,00-TESOURO+EMITE+MAIS+R+BILHOES+PARA+O+BNDES+E+CONCLUIU+SUA+CAPITALIZACAO.html

Subsídio do Tesouro ao BNDES sobe 52%. http://www.canaldoprodutor.com.br/comunicacao/noticias/subsidio-do-tesouro-ao-bndes-sobe-52

BNDES: subsídio continua aumentando http://ricardogallo.ig.com.br/index.php/2014/04/12/bndes-subsidio-continua-aumentando/

BNDES é necessário, mas requer mais transparência.  http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mercado/me0209201019.htm

- LEGISLAÇÃO
LEI Nº 12.462, DE 4 DE AGOSTO DE 2011. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/Lei/L12462.htm http://www12.senado.gov.br/publicacoes/estudos-legislativos/tipos-de-estudos/textos-para-discussao/td-100-o-regime-diferenciado-de-contratacoes-publicas-comentarios-a-lei-no-12.462-de-2011

- SUPERFATURAMENTOS
Romário prevê ‘maior roubo da história’ para Copa-2014 http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,romario-preve-maior-roubo-da-historia-para-copa-2014,850175,0.htm
Romário: “A Copa de 2014 será a Copa do Brasil, mas não a Copa do brasileiro” (veja o vídeo a seguir)




Novo prejuízo faz custo do estádio Mané Garrincha bater R$ 1,5 bilhão. http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,novo-prejuizo-faz-custo-do-estadio-mane-garrincha-bater-r-1-5-bilhao,1003037,0.htm

Custo do Mané Garrincha em Brasília chega a R$ 1,7 bilhão, diz TC-DF. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2013/06/21/custo-do-mane-garrincha-em-brasilia-chega-a-r-17-bilhao-diz-tc-df.htm

TCDF encontra possível sobrepreço em licitação para Copa do Mundo. http://www.tc.df.gov.br/web/tcdf1/obras-da-copa/-/asset_publisher/3R2n/content/tcdf-encontra-possivel-sobrepreco-em-licitacao-para-copa-do-mundo?redirect=%2Fweb%2Ftcdf1%2Fobras-da-copa

Relatório traz dados atualizados da auditoria realizada na arena de Brasília. http://www.tc.df.gov.br/web/tcdf1/obras-da-copa/-/asset_publisher/3R2n/content/relatorio-traz-dados-atualizados-da-auditoria-realizada-na-arena-de-brasilia?redirect=%2Fweb%2Ftcdf1%2Fobras-da-copa

Mais cara da Copa, arena de Brasília acumula críticas e irregularidades. http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/05/130516_inauguracao_mane_garrincha_jf_lgb.shtml
Estádio de Brasília foi superfaturado, aponta Tribunal. http://www1.folha.uol.com.br/esporte/folhanacopa/2014/03/1426140-estadio-de-brasilia-foi-superfaturado-aponta-tribunal-de-contas.shtml

Obra no Maracanã é campeã em irregularidades; sobrepreço já chegou a R$ 163 mi, diz TCU. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2012/03/23/obra-no-maracana-e-campea-em-irregularidades-sobrepreco-ja-chegou-a-r-163-mi-diz-tcu.htm

TCE-RJ aponta superfaturamento nas obras do Maracanã. http://oglobo.globo.com/esportes/tce-rj-aponta-superfaturamento-nas-obras-do-maracana-12208074

Mundial e as despesas do governo
http://www1.folha.uol.com.br/infograficos/2014/05/82605-o-mundial-e-as-despesas-do-governo.shtml

TCU detecta sobrepreço na Arena da Amazônia mais uma vez
http://acritica.uol.com.br/noticias/TCU-detecta-sobrepreco-Arena-Amazonia-Amazonas-Manaus_0_685131561.html

Obra do aeroporto de Manaus com superfaturamento de R$ 2 milhões (http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2013/08/13/reforma-no-aeroporto-de-manaus-tem-superfaturamento-de-r-2-milhoes.htm)

Five sad and shocking facts about World Cup corruption in Brazil http://m.washingtonpost.com/blogs/early-lead/wp/2014/05/12/five-sad-and-shocking-facts-about-world-cup-corruption-in-brazil/

- ISENÇÃO DE IMPOSTOS
Isenta de pagar R$ 1 bilhão em impostos, Fifa garante lucro recorde na Copa de 2014. http://esportes.r7.com/futebol/copa-das-confederacoes-2013/isenta-de-pagar-r-1-bilhao-em-impostos-fifa-garante-lucro-recorde-na-copa-de-2014-25062013

Fifa ganha isenção de R$ 559 milhões para realizar Copa do Mundo no Brasil. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2012/09/14/fifa-ganha-isencao-de-r-559-milhoes-para-realizar-copa-do-mundo-no-brasil.htm

Ministério Público diz que isenção fiscal à Fifa é inconstitucional. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2013/08/20/ministerio-publico-diz-que-isencao-fiscal-a-fifa-e-inconstitucional.htm

- LEI DA FIFA
Lei Geral da Copa. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/Lei/L12663.htm

Projeto quer dar a CBF uso exclusivo de termos “seleção canarinho” e “seleção” na Copa. http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2012/02/04/projeto-quer-dar-a-cbf-uso-exclusivo-de-termos-selecao-canarinho-e-selecao-na-copa.htm

Apex-Brasil é mais um Apoiador Nacional do Brasil 2014. http://pt.fifa.com/worldcup/news/y=2012/m=11/news=apex-brasil-mais-apoiador-nacional-brasil-2014-1936328.html

APEX-BRASIL PROMOVERÁ O PAÍS PARA EMPRESAS ESTRANGEIRAS NOS JOGOS DA COPA DO MUNDO. http://www2.apexbrasil.com.br/atrair-investimentos/noticias/apex-brasil-promovera-o-pais-para-empresas-estrangeiras-nos-jogos-da-copa-do-mundo

APEX-BRASIL APRESENTA PROJETO COPA DO MUNDO FIFA 2014 PARA ENTIDADES PARCEIRAS. http://www2.apexbrasil.com.br/atrair-investimentos/noticias/apex-brasil-apresenta-projeto-copa-do-mundo-fifa-2014-para-entidades-parceiras

- OBRAS INACABADAS
Faltando 3 meses para Copa, nem metade do ‘legado’ foi entregue ao país. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2014/03/11/faltando-3-meses-para-copa-nem-metade-do-legado-foi-entregue-diz-tcu.htm

Obras do legado da Copa na BA têm corte de 96%. http://atarde.uol.com.br/esportes/copa/materias/1524840-obras-do-legado-da-copa-na-ba-tem-corte-de-96

A cem dias da Copa, Brasil acumula micos e promessas não cumpridas. http://copadomundo.ig.com.br/2014-03-04/a-cem-dias-da-copa-brasil-acumula-micos-e-promessas-nao-cumpridas.html

A 30 dias da Copa, país cumpre apenas 41% das metas previstas.
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/05/1453452-a-30-dias-da-copa-metade-das-metas-nao-foi-cumprida.shtml

O impacto econômico da Copa do Mundo vai decepcionar? http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/05/140506_copa_economia_ru.shtml

A 30 dias da Copa, metade das metas não foi cumprida. https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=PZmkGVpoCGg

Governo divulga ‘meias-verdades’ em campanha sobre Copa; conheça sete. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2014/02/12/governo-divulga-meias-verdades-em-campanha-sobre-copa-conheca-sete.htm

Copa: metade dos estádios deve apresentar falhas na internet.  http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/copa-metade-dos-estadios-deve-apresentar-falhas-na-internet

ONU critica Brasil por desapropriações para Copa e Olimpíada. http://oglobo.globo.com/politica/onu-critica-brasil-por-desapropriacoes-para-copa-olimpiada-2791929

Obras para a Copa provocam desapropriações em Pernambuco. http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/obras-para-a-copa-provocam-desapropriacoes-em-pernambuco

“O maior legado da Copa foi a especulação imobiliária”. http://www.cartacapital.com.br/sociedade/201co-maior-legado-da-copa-foi-a-especulacao-imobiliaria201d-463.html

Mundial deve gerar uma valorização de mais de 20% nos imóveis em Curitiba. http://www.copa2014.gov.br/pt-br/noticia/mundial-deve-gerar-uma-valorizacao-de-mais-de-20-nos-imoveis-em-curitiba

Governo paga viagem e jornalistas gringos sofrem tentativa de assalto no RJ. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2014/03/26/governo-para-viagem-para-gringos-conhecerem-brasil-mas-grupo-sofre-assalto.htm

Vai para a Copa no Rio? Deixe o colar de ouro em casa. http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/vai-para-a-copa-do-mundo-no-rio-deixe-o-colar-de-ouro-em-ca

Bélgica recomenda ter dinheiro para assaltante no Brasil. http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/belgica-recomenda-carregar-dinheiro-para-ladrao-no-brasil

Fifa avisa aos torcedores que vão à Copa: o Brasil não é a Alemanha. http://blogs.estadao.com.br/jamil-chade/2014/05/09/fifa-avisa-aos-torcedores-que-vao-a-copa-o-brasil-nao-e-a-alemanha/

- LUCROS
De Copa a Copa, faturamento da Globo com futebol sobe 130%
http://propmark.uol.com.br/midia/45356:de-copa-a-copa-faturamento-da-globo-com-futebol-sobe-130

Pelé e Ronaldo que tanto criticam as manifestações estão faturando alto. http://www.diariodopoder.com.br/noticias/faturamento-de-pele-com-a-copa-do-mundo-chega-a-r-58-milhoes/ 

 http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/com-copa-pele-fatura-r-58-milhoes-com-contratos-publicitarios_26116.html 

 http://rodrigomattos.blogosfera.uol.com.br/2014/03/14/empresa-ligada-a-ronaldo-fatura-com-contrato-do-governo-para-copa/ 

 http://estadiovip.com.br/64453/empresa-liga-a-ronaldo-fatura-alto-com-contrato-para-a-copa
- ‘J’ÊNIO
Aldo Rebelo compara Brasil com Iraque e ‘acalma’ Londres
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/165062-aldo-rebelo-compara-brasil-a-iraque-e-acalma-londres.shtml
Muito obrigado ao Luis F. Viana, pela grande ajuda com as pesquisas ;-)

Fonte: Canal do Otário

Panorama Copa: Fontes e links úteis


Corrupção? Dinheiro de iniciativa Privada? Superfaturamentos?


Separamos abaixo alguns links sobre copa do mundo 2014, esta copa o Brasil já perdeu.


Fontes e links úteis:

Livro: “A Copa como ela é” – Jamil Chade

- PREPARANDO O TERRENO
Comédia da iniciativa privada e outras histórias.http://deolhonacopa.ig.com.br/index.php/2013/11/26/a-comedia-da-iniciativa-privada-e-outras-historias/>> 

O dinheiro da Copa e o silêncio dos inocentes. http://josecruz.blogosfera.uol.com.br/2012/11/o-dinheiro-da-copa-e-o-silencio-dos-inocentes/

Lula assina garantias à Copa 2014 e conta com iniciativa privada. http://noticias.uol.com.br/ultnot/reuters/2007/06/15/ult27u61702.jhtm

- DINHEIRO DA INICIATIVA “PRIVADA”
O presidente da CBF diz que ainda não sabe quanto custará a Copa de 2014, mas garante que os cofres públicos não vão colocar nem um centavo. http://veja.abril.com.br/141107/entrevista.shtml

Ministro diz que governo não investirá em estádios para Copa-2014. http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2007/11/349810-ministro-diz-que-governo-nao-investira-em-estadios-para-copa-2014.shtml

Custo dos estádios da Copa chegará a R$ 8,9 bilhões. http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,custo-dos-estadios-da-copa-chegara-a-r-8-9-bilhoes,1123435,0.htm

- ESTÁDIOS MAIS CAROS DO MUNDO
Copa levará o Brasil a ter os estádios de futebol mais caros do mundo. http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,copa-levara-o-brasil-a-ter-os-estadios-de-futebol-mais-caros-do-mundo,1108986,0.htm

Estudo põe 10 estádios da Copa entre os mais caros, mas Ministério contesta. http://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-mundo/noticia/2013/12/estudo-diz-que-10-estadios-da-copa-estao-entre-os-mais-caros-do-mundo.html

“A Copa como ela é” – Entrevista com Jamil Chade. http://exame.abril.com.br/rede-de-blogs/brasil-no-mundo/2014/04/01/a-copa-como-ela-e-entrevista-com-jamil-chade/

Copa do Mundo no Brasil custará mais que o dobro da africana. http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2010/02/695102-copa-do-mundo-no-brasil-custara-mais-que-o-dobro-da-africana.shtml

- ELEFANTES BRANCOS
Quatro dos 12 estádios da Copa podem ser ‘elefantes brancos’ após torneio, diz estudo. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2012/10/24/quatro-dos-12-estadios-da-copa-devem-ser-elefantes-brancos-apos-torneio-diz-estudo.htm

A construção de elefantes brancos para a Copa do Mundo. http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/1027/noticias/a-construcao-de-elefantes-brancos-para-a-copa-do-mundo?page=2

Para analista, grande parte dos estádios brasileiros em obra desconsidera a quantidade do público pós-Copa. http://infraestruturaurbana.pini.com.br/solucoes-tecnicas/22/para-analista-grande-parte-dos-estadios-brasileiros-em-obra-desconsidera-275071-1.aspx

Público de todo Amazonense não encheria nova arena. http://www.lancenet.com.br/minuto/Publico-amazonense-encheria-arena_0_496750520.html

Cruzeiro teve melhor média de público no ano de 2013. Santa Cruz e Remo tiveram ótimos resultados, em detrimento de Santos, Botafogo e Inter. http://placar.abril.com.br/materia/cruzeiro-teve-melhor-media-de-publico-no-ano-de-2013

Paysandu agora tem a quinta melhor média de público da Série B. http://globoesporte.globo.com/pa/futebol/times/paysandu/noticia/2013/11/paysandu-agora-tem-quinta-melhor-media-de-publico-da-serie-b.html

Estádio da Copa em Manaus pode virar centro de triagem para presos  http://oglobo.globo.com/esportes/copa-2014/estadio-da-copa-em-manaus-pode-virar-centro-de-triagem-para-presos-10176434

Desembargador sugere que Arena da Amazônia abrigue presos provisórios http://globoesporte.globo.com/am/noticia/2013/09/desembargador-sugere-que-arena-da-amazonia-abrigue-presos-provisorios.html

Desembargador sugere usar estádio de Manaus para triagem de presos http://jornalggn.com.br/noticia/desembargador-sugere-usar-estadio-de-manaus-para-triagem-de-presos

- DOAÇÕES DE EMPREITEIRAS
PT recebeu mais doações que PSDB, PMDB e PSB juntos. Grandes construtoras dominaram o ranking dos maiores financiadores do PT em 2013. http://noticias.terra.com.br/brasil/politica/,0f09498090e06410VgnVCM3000009af154d0RCRD.html

Pela primeira vez, eleitores podem consultar lista de doadores antes das eleições  http://www.tse.jus.br/noticias-tse/2012/Agosto/pela-primeira-vez-eleitores-podem-consultar-lista-de-doadores-antes-das-eleicoes

Empreiteiras lideram ranking de doação privada
http://www.estadao.com.br/noticias/politica,empreiteiras-lideram-ranking-de-doacao-privada,930787,0.htm

- O DINHEIRO FÁCIL DO BNDES
Lula autoriza BNDES a financiar obras de estádios para a Copa de 2014 http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL1356976-9842,00-LULA+AUTORIZA+BNDES+A+FINANCIAR+OBRAS+DE+ESTADIOS+PARA+A+COPA+DE.html

Lula autoriza empréstimo do BNDES para estádios da Copa http://www.portal2014.org.br/noticias/1480/LULA+AUTORIZA+EMPRESTIMO+DO+BNDES+PARA+ESTADIOS+DA+COPA.html

Estádios da copa já prevêem verbas do BNDES.http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk0508200909.htm

Corinthians abre Itaquerão sem ter como bancá-lo. http://www1.folha.uol.com.br/esporte/folhanacopa/2014/05/1452302-corinthians-abre-itaquerao-sem-ter-como-banca-lo.shtml

Dinheiro público no Itaquerão chega a R$ 581 mi, mais que o custo de seis estádios da Copa. http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2012/01/28/dinheiro-publico-no-itaquerao-chega-a-r-581-mi-mais-que-o-custo-de-seis-estadios-da-copa.htm

O PAPEL DO BNDES NO FINANCIAMENTO DA DA ECONOMIA BRASILEIRA. https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=13&ved=0CEYQFjACOAo&url=http%3A%2F%2Fwww.bmaiscompet.com.br%2Fdownload_arquivos.asp%3Fid_arquivo%3D28255D94-FCC0-4CDA-B98E-02CB8ADEA30F&ei=qNdyU5aDAYrPsAToqoCgCg&usg=AFQjCNF_1fXhapZmPQHoLpERbW21GucH_Q

O Tesouro e o BNDES: prejuízo fiscal e retorno duvidoso. http://veja.abril.com.br/noticia/economia/o-tesouro-e-o-bndes-endividamento-saudavel

Os subsídios do BNDES. http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,os-subsidios-do-bndes,1144055,0.htm

Tesouro emite mais R$ 36 bilhões para o BNDES e concluiu sua capitalização. http://g1.globo.com/Noticias/Economia_Negocios/0,,MUL1315356-9356,00-TESOURO+EMITE+MAIS+R+BILHOES+PARA+O+BNDES+E+CONCLUIU+SUA+CAPITALIZACAO.html

Subsídio do Tesouro ao BNDES sobe 52%. http://www.canaldoprodutor.com.br/comunicacao/noticias/subsidio-do-tesouro-ao-bndes-sobe-52

BNDES: subsídio continua aumentando http://ricardogallo.ig.com.br/index.php/2014/04/12/bndes-subsidio-continua-aumentando/

BNDES é necessário, mas requer mais transparência.  http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mercado/me0209201019.htm

- LEGISLAÇÃO
LEI Nº 12.462, DE 4 DE AGOSTO DE 2011. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/Lei/L12462.htm http://www12.senado.gov.br/publicacoes/estudos-legislativos/tipos-de-estudos/textos-para-discussao/td-100-o-regime-diferenciado-de-contratacoes-publicas-comentarios-a-lei-no-12.462-de-2011

- SUPERFATURAMENTOS
Romário prevê ‘maior roubo da história’ para Copa-2014 http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,romario-preve-maior-roubo-da-historia-para-copa-2014,850175,0.htm
Romário: “A Copa de 2014 será a Copa do Brasil, mas não a Copa do brasileiro” (veja o vídeo a seguir)




Novo prejuízo faz custo do estádio Mané Garrincha bater R$ 1,5 bilhão. http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,novo-prejuizo-faz-custo-do-estadio-mane-garrincha-bater-r-1-5-bilhao,1003037,0.htm

Custo do Mané Garrincha em Brasília chega a R$ 1,7 bilhão, diz TC-DF. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2013/06/21/custo-do-mane-garrincha-em-brasilia-chega-a-r-17-bilhao-diz-tc-df.htm

TCDF encontra possível sobrepreço em licitação para Copa do Mundo. http://www.tc.df.gov.br/web/tcdf1/obras-da-copa/-/asset_publisher/3R2n/content/tcdf-encontra-possivel-sobrepreco-em-licitacao-para-copa-do-mundo?redirect=%2Fweb%2Ftcdf1%2Fobras-da-copa

Relatório traz dados atualizados da auditoria realizada na arena de Brasília. http://www.tc.df.gov.br/web/tcdf1/obras-da-copa/-/asset_publisher/3R2n/content/relatorio-traz-dados-atualizados-da-auditoria-realizada-na-arena-de-brasilia?redirect=%2Fweb%2Ftcdf1%2Fobras-da-copa

Mais cara da Copa, arena de Brasília acumula críticas e irregularidades. http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/05/130516_inauguracao_mane_garrincha_jf_lgb.shtml
Estádio de Brasília foi superfaturado, aponta Tribunal. http://www1.folha.uol.com.br/esporte/folhanacopa/2014/03/1426140-estadio-de-brasilia-foi-superfaturado-aponta-tribunal-de-contas.shtml

Obra no Maracanã é campeã em irregularidades; sobrepreço já chegou a R$ 163 mi, diz TCU. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2012/03/23/obra-no-maracana-e-campea-em-irregularidades-sobrepreco-ja-chegou-a-r-163-mi-diz-tcu.htm

TCE-RJ aponta superfaturamento nas obras do Maracanã. http://oglobo.globo.com/esportes/tce-rj-aponta-superfaturamento-nas-obras-do-maracana-12208074

Mundial e as despesas do governo
http://www1.folha.uol.com.br/infograficos/2014/05/82605-o-mundial-e-as-despesas-do-governo.shtml

TCU detecta sobrepreço na Arena da Amazônia mais uma vez
http://acritica.uol.com.br/noticias/TCU-detecta-sobrepreco-Arena-Amazonia-Amazonas-Manaus_0_685131561.html

Obra do aeroporto de Manaus com superfaturamento de R$ 2 milhões (http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2013/08/13/reforma-no-aeroporto-de-manaus-tem-superfaturamento-de-r-2-milhoes.htm)

Five sad and shocking facts about World Cup corruption in Brazil http://m.washingtonpost.com/blogs/early-lead/wp/2014/05/12/five-sad-and-shocking-facts-about-world-cup-corruption-in-brazil/

- ISENÇÃO DE IMPOSTOS
Isenta de pagar R$ 1 bilhão em impostos, Fifa garante lucro recorde na Copa de 2014. http://esportes.r7.com/futebol/copa-das-confederacoes-2013/isenta-de-pagar-r-1-bilhao-em-impostos-fifa-garante-lucro-recorde-na-copa-de-2014-25062013

Fifa ganha isenção de R$ 559 milhões para realizar Copa do Mundo no Brasil. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2012/09/14/fifa-ganha-isencao-de-r-559-milhoes-para-realizar-copa-do-mundo-no-brasil.htm

Ministério Público diz que isenção fiscal à Fifa é inconstitucional. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2013/08/20/ministerio-publico-diz-que-isencao-fiscal-a-fifa-e-inconstitucional.htm

- LEI DA FIFA
Lei Geral da Copa. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/Lei/L12663.htm

Projeto quer dar a CBF uso exclusivo de termos “seleção canarinho” e “seleção” na Copa. http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2012/02/04/projeto-quer-dar-a-cbf-uso-exclusivo-de-termos-selecao-canarinho-e-selecao-na-copa.htm

Apex-Brasil é mais um Apoiador Nacional do Brasil 2014. http://pt.fifa.com/worldcup/news/y=2012/m=11/news=apex-brasil-mais-apoiador-nacional-brasil-2014-1936328.html

APEX-BRASIL PROMOVERÁ O PAÍS PARA EMPRESAS ESTRANGEIRAS NOS JOGOS DA COPA DO MUNDO. http://www2.apexbrasil.com.br/atrair-investimentos/noticias/apex-brasil-promovera-o-pais-para-empresas-estrangeiras-nos-jogos-da-copa-do-mundo

APEX-BRASIL APRESENTA PROJETO COPA DO MUNDO FIFA 2014 PARA ENTIDADES PARCEIRAS. http://www2.apexbrasil.com.br/atrair-investimentos/noticias/apex-brasil-apresenta-projeto-copa-do-mundo-fifa-2014-para-entidades-parceiras

- OBRAS INACABADAS
Faltando 3 meses para Copa, nem metade do ‘legado’ foi entregue ao país. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2014/03/11/faltando-3-meses-para-copa-nem-metade-do-legado-foi-entregue-diz-tcu.htm

Obras do legado da Copa na BA têm corte de 96%. http://atarde.uol.com.br/esportes/copa/materias/1524840-obras-do-legado-da-copa-na-ba-tem-corte-de-96

A cem dias da Copa, Brasil acumula micos e promessas não cumpridas. http://copadomundo.ig.com.br/2014-03-04/a-cem-dias-da-copa-brasil-acumula-micos-e-promessas-nao-cumpridas.html

A 30 dias da Copa, país cumpre apenas 41% das metas previstas.
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/05/1453452-a-30-dias-da-copa-metade-das-metas-nao-foi-cumprida.shtml

O impacto econômico da Copa do Mundo vai decepcionar? http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/05/140506_copa_economia_ru.shtml

A 30 dias da Copa, metade das metas não foi cumprida. https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=PZmkGVpoCGg

Governo divulga ‘meias-verdades’ em campanha sobre Copa; conheça sete. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2014/02/12/governo-divulga-meias-verdades-em-campanha-sobre-copa-conheca-sete.htm

Copa: metade dos estádios deve apresentar falhas na internet.  http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/copa-metade-dos-estadios-deve-apresentar-falhas-na-internet

ONU critica Brasil por desapropriações para Copa e Olimpíada. http://oglobo.globo.com/politica/onu-critica-brasil-por-desapropriacoes-para-copa-olimpiada-2791929

Obras para a Copa provocam desapropriações em Pernambuco. http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/obras-para-a-copa-provocam-desapropriacoes-em-pernambuco

“O maior legado da Copa foi a especulação imobiliária”. http://www.cartacapital.com.br/sociedade/201co-maior-legado-da-copa-foi-a-especulacao-imobiliaria201d-463.html

Mundial deve gerar uma valorização de mais de 20% nos imóveis em Curitiba. http://www.copa2014.gov.br/pt-br/noticia/mundial-deve-gerar-uma-valorizacao-de-mais-de-20-nos-imoveis-em-curitiba

Governo paga viagem e jornalistas gringos sofrem tentativa de assalto no RJ. http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2014/03/26/governo-para-viagem-para-gringos-conhecerem-brasil-mas-grupo-sofre-assalto.htm

Vai para a Copa no Rio? Deixe o colar de ouro em casa. http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/vai-para-a-copa-do-mundo-no-rio-deixe-o-colar-de-ouro-em-ca

Bélgica recomenda ter dinheiro para assaltante no Brasil. http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/belgica-recomenda-carregar-dinheiro-para-ladrao-no-brasil

Fifa avisa aos torcedores que vão à Copa: o Brasil não é a Alemanha. http://blogs.estadao.com.br/jamil-chade/2014/05/09/fifa-avisa-aos-torcedores-que-vao-a-copa-o-brasil-nao-e-a-alemanha/

- LUCROS
De Copa a Copa, faturamento da Globo com futebol sobe 130%
http://propmark.uol.com.br/midia/45356:de-copa-a-copa-faturamento-da-globo-com-futebol-sobe-130

Pelé e Ronaldo que tanto criticam as manifestações estão faturando alto. http://www.diariodopoder.com.br/noticias/faturamento-de-pele-com-a-copa-do-mundo-chega-a-r-58-milhoes/ 

 http://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/com-copa-pele-fatura-r-58-milhoes-com-contratos-publicitarios_26116.html 

 http://rodrigomattos.blogosfera.uol.com.br/2014/03/14/empresa-ligada-a-ronaldo-fatura-com-contrato-do-governo-para-copa/ 

 http://estadiovip.com.br/64453/empresa-liga-a-ronaldo-fatura-alto-com-contrato-para-a-copa
- ‘J’ÊNIO
Aldo Rebelo compara Brasil com Iraque e ‘acalma’ Londres
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/165062-aldo-rebelo-compara-brasil-a-iraque-e-acalma-londres.shtml
Muito obrigado ao Luis F. Viana, pela grande ajuda com as pesquisas ;-)

Fonte: Canal do Otário

Postagens mais antigas Página inicial
Curta-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Assine os Feeds Entre em contato